faixaprocempa

PROCEMPA: um mês de GREVE contra a intransigência do prefeito Melo!

0 203
image_pdfimage_print

 
 Trabalhadores da PROCEMPA estão há 5 anos com salários congelados

Os trabalhadores da PROCEMPA ultrapassam um mês em GREVE, apesar do corte dos vales alimentação/refeição e sem o pagamento da quinzena efetivados pela direção da empresa e pelo Governo Melo. A direção da PROCEMPA e prefeitura reconhecem o impacto da greve da categoria, mas seguem intransigentes e, ao invés de negociarem a justa pauta dos trabalhadores, estão chamando hoje (28/06), às 15h30min, um ato midiático de anúncio de contratação externa (“emergencial e permanente”, conforme escreveram na mensagem) de sistemas para a Secretaria da Fazenda e para o DMAE. Uma atitude de afronta ao direito de GREVE e de desrespeito aos trabalhadores, que estão lutando pelo direito mais básico, que é o de ter reposição salarial após 5 anos de salário congelado e com uma inflação alta.

Já foi demonstrado de forma clara e objetiva, por meio de estudo realizado pelo DIEESE (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), que não há impedimento econômico ou financeiro para atender às reivindicações dos trabalhadores. A recusa é uma decisão política e que marca qual será o tratamento dispensado por este governo aos trabalhadores públicos durante os próximos 4 anos, se não houver resistência.

Mesmo em GREVE, os trabalhadores seguem realizando serviços para atender às necessidades urgentes da população de Porto Alegre, especialmente no que se refere ao enfrentamento à pandemia, de forma responsável e solidária. Até o momento, foram encaminhadas demandas referentes à nova funcionalidade para agendamento de vacinação no aplicativo 156+POA, chamados de telefonia, wifi e infovia relacionados à saúde; geração de relatórios para apoiar trabalho do MPT (Ministério Público do Trabalho), mesmo tendo trabalhadores dentro da empresa que poderiam fazer este serviço e ajustes para o Funcriança.

Nenhuma empresa de Tecnologia da Informação do país e do estado teve tratamento tão perverso  como estão tendo os trabalhadores da PROCEMPA.

Os serviços atendidos pelos trabalhadores grevistas auxiliam os trabalhadores que não aderiram ao movimento, além de mostrar a importância do trabalho de todo o grupo. Essa união é muito importante para defender a continuidade da empresa e isso é feito, nesse momento, por meio da GREVE.

Por isso, chamamos, mais uma vez, os trabalhadores que ainda não aderiram à paralisação para que o façam. A desvalorização evidenciada pelos 5 anos sem reajuste, o desmonte da empresa pela falta de empregados e as consequências geradas pelo PLE 003/21 colocam em risco a continuidade da PROCEMPA, colegas! A hora de lutar é agora!

À luta!

Sindppd/RS

 

sindppd

Ver todos os artigos de sindppd

Similar articles

A seção de comentários no site do Sindppd/RS quer incentivar o debate entre os trabalhadores de TI e o sindicato. Também é um canal de denúncias e informações. Portanto, NÃO SERÃO publicados comentários pornográficos, ofensivos a pessoas ou entidades e nem discriminatórios (racistas, homofóbicos, de gênero ou de classe); que contenham publicidade ou palavras de baixo calão; e nem comentários que façam afirmações caluniosas ou difamatórias, sem terem provas sobre o que está sendo dito. SOMENTE serão publicados comentários com endereços de emails válidos, os quais não serão divulgados.

Faça um comentário

Seu email não será publicado. *

Visite-nos

Rua Washington Luiz, 186 - Bairro Centro - Porto Alegre - RS - CEP 90010-460

Telefones do Sindppd/RS:
Geral - (0xx51) 3213-6100
Secretaria - (0xx51) 3213-6121/ 3213-6122
Tesouraria - (0xx51) 3213-6117

E-mail: secretariageral@sindppd-rs.org.br