Quase metade dos domicílios brasileiros tem computador

Setor Privado 2021/2022: 1ª reunião com SEPRORGS será em 4 de Novembro

10 2163
image_pdfimage_print


Sindppd/RS protocolou a pauta de reivindicações junto ao sindicato patronal (SEPRORGS) em 21 de Outubro. À luta!


CLIQUE AQUI para acessar a pauta que será negociada na campanha salarial deste ano

 

A pauta protocolada recentemente para conhecimento do sindicato dos empresários da TI no RS foi debatida e aprovada em assembleia de trabalhadores no início deste mês (relembre clicando aqui).

Entre as principais reivindicações estão o reajuste salarial e dos benefícios pelo INPC, aumento de 2% para recompor perdas no poder aquisitivo, cesta rancho no valor de R$ 300,00 e um valor de auxílio para quem está em trabalho remoto (home office). Também foram determinados avanços em relação ao auxílio-creche e licença-paternidade, jornada de trabalho de 40h semanais sem redução dos salários e clausulamento do PLR, além da manutenção dos demais direitos da CCT (Convenção Coletiva de Trabalho).

Uma primeira reunião de negociação com o SEPRORGS está marcada para ocorrer em 4 de Novembro, às 16h, na sede do Sindppd/RS em Porto Alegre (RS). À medida que tivermos mais informações, comunicaremos a todos.

Acompanhe nosso site! Inscreva-se na nossa newsletter enviando seu e-mail pessoal para imprensa@sindppd-rs.org.br

À luta!

Sindppd/RS

sindppd

Ver todos os artigos de sindppd

Similar articles

A seção de comentários no site do Sindppd/RS quer incentivar o debate entre os trabalhadores de TI e o sindicato. Também é um canal de denúncias e informações. Portanto, NÃO SERÃO publicados comentários pornográficos, ofensivos a pessoas ou entidades e nem discriminatórios (racistas, homofóbicos, de gênero ou de classe); que contenham publicidade ou palavras de baixo calão; e nem comentários que façam afirmações caluniosas ou difamatórias, sem terem provas sobre o que está sendo dito. SOMENTE serão publicados comentários com endereços de emails válidos, os quais não serão divulgados.

10 Comentários

  1. Felipe 26 outubro, 2021 - 17:21 à 17:21

    Você estão cientes que essa pauta nunca será aceita pelo Seprorgs, né? Eu sei que pedir, todos podem, mas levar… aí é outros quinhentos. Porém, este ano os preços de tudo (desde energia elétrica a até alimentos, transporte, combustíveis) subiram muito, mas muito mesmo! Penso eu que a ideia seria este ano focar em uma negociação curta e direta, para garantir que o reajuste chegue o mais rápido possível ao bolso dos trabalhadores. Ficar negociando jornada de 40 horas e afins, só irá adiar o dissídio por 7 – 8 meses, e depois termina com vocês fazendo acordo com o SEPRORGS reduzindo pela metade os valores retroativos (como já fizeram não faz muito tempo atrás) e aceitando só o básico (INPC no salário e VR/VA).

    Acho que o melhor foco este ano seria:

    – Reajuste de VR/VA e salários pelo INPC completo;
    – Bolsa auxílio para trabalhadores em home office, mas sem isentar a empresa de pagar o VR/VA, pois tem várias que estão pagando o valor congelado de 2019, alegando que em casa, o trabalhador perde o direito de ter VR, e que a empresa “por misericórdia” não suspende o benefício.
    – Pagamento integral dos retroativos à data base (01/11/2021).

    E deu, está bom demais (para o atual momento econômico do país).

    • Tiago 3 novembro, 2021 - 11:31 à 11:31

      Concordo Totalmente!!

      O quanto antes o acordo for firmado, melhor!

    • Jaque 9 novembro, 2021 - 17:38 à 17:38

      concordo com Fernando, há anos a mesma linha de negociação ,
      nunca foram aceitas, está na hora de focarmos em INPC, VR e auxilio HOME.
      ai ficam discutindo 10 itens.. foquem em 2 ou 3 por favor

  2. Paulo 26 outubro, 2021 - 17:27 à 17:27

    Há empresas que mantiveram o pagamento do vale refeição no home office, mesmo a legislação dizendo que o VR não é obrigatório.

    Essas empresas se esquecem que a CCT da categoria obriga o pagamento de VR, mesmo para os casos de home office.

    Mas enfim… Se liguem que caso essa “ajuda de home office” for aprovada, as empresas podem preferir passarem à pagá-la, e desta forma suspender em definitivo o VR (caso o valor da ajuda seja inferior ao VR).

    Fiquem ligados sindicado… Os empresários este ano vão chorar qualquer coisa, devido ao momento econômico péssimo causado pelo presidente escolhido por eles.

  3. Programador 29 outubro, 2021 - 15:09 à 15:09

    Não concordo com o Felipe. Na minha opinião a pauta de 40hr semanais é uma das mais importantes, pois TI trabalha com raciocínio e forçar o trabalhador a ficar 8:48 por dia em uma empresa “produzindo” intelectualmente é abusivo, desnecessário e não rende. Neste segmento não adianta ficar 8:48 em frente a um computador, não é produtivo, existem inúmeros estudos e casos de que reduzindo a jornada tem-se uma melhor produtividade, além de proporcionar aos funcionários mais tempo para se dedicarem ao desenvolvimento pessoal ou até mesmo o descanso. Boa parte das empresas já perceberam que reduzir a jornada melhora a produtividade e vida dos funcionários, porém a maioria só vai fazer se for “obrigada” via acordo de convenção coletiva.

  4. João 1 novembro, 2021 - 8:24 à 8:24

    40 horas semanais já, chega de ficarem adiando esta demanda.

  5. Bruno 3 novembro, 2021 - 11:40 à 11:40

    Se for pra empurrar a negociação durante 10 meses é melhor nem começar, solicita logo o dissídio a ser dado pelo juiz. O SINDPPD está ficando atrás de sindicatos de outros estados, é preciso ter objetividade nas solicitações e não lançar propostas impossíveis, reajuste acima da inflação, auxílio home office fixado e ticket mínimo dd 30,00 o dia já está de bom tamanho.
    É de suma importância que o reajuste seja fechado o quanto antes, para que recebamos o 13º já ajustado

  6. Fernando 5 novembro, 2021 - 12:55 à 12:55

    Por favor, façam passar as 40hs.

  7. Vinícius 8 novembro, 2021 - 11:42 à 11:42

    “aumento de 2% para recompor perdas no poder aquisitivo”

    Estão falando sério?

    -> Inflação de 9,33%
    -> Aumento de mais de 70% no preço da gasolina
    -> Aumento de 34,13% na cesta básica (Dieese)
    -> Aumento de 20% no preço de computadores
    -> Aumento de 7% na conta de energia elétrica

    E a lista é longa… Espero sinceramente que revejam isso.

  8. Jaque 9 novembro, 2021 - 17:39 à 17:39

    perfeito

Resposta Cancelar

Seu email não será publicado. *

Visite-nos

Rua Washington Luiz, 186 - Bairro Centro - Porto Alegre - RS - CEP 90010-460

Telefones do Sindppd/RS:
Geral - (0xx51) 3213-6100
Secretaria - (0xx51) 3213-6121/ 3213-6122
Tesouraria - (0xx51) 3213-6117

E-mail: secretariageral@sindppd-rs.org.br