Assembleia dos trabalhadores do Serpro aborda campanha e redução da jornada

0 318

 

Cerca de 80 trabalhadores da Regional e PSEs da Receita Federal estiveram na assembleia dessa quinta-feira (10/03) à tarde em Porto Alegre (RS). Na pauta, estavam temas importantes e que provocaram bastante interesse nos colegas.

Sobre a Campanha Salarial 2016/2017, o Sindppd/RS relatou que as pautas de reivindicações do Serpro e da Dataprev, formuladas pelas OLTs e sindicatos que constroem a FNI e entidades parceiras, foram entregues na semana passada para as empresas. Foi comentado que a campanha deverá ser dura neste ano, provavelmente mais do que em 2015, visto as crises políticas que envolvem o governo federal e os cortes promovidos pelo governo Dilma Rousseff nos investimentos em áreas sociais e nas empresas públicas.

Uma diferenciação nesta campanha será a presença da FEITTINF, federação de sindicatos da TI liderada pelo Sindpd/SP, que conseguiu a carta sindical junto ao MTE (Ministério do Trabalho). Portanto neste ano, além da FENADADOS, ligada à CUT,  e dos sindicatos da FNI, as negociações terão a participação da FEITTINF, que tem relações com a central CTB. O sindicato de SP já procurou a FNI para avisar da legalização da federação, afirmando que gostaria de contar com as OLTs e os sindicatos da nossa frente para uma campanha salarial unificada. Essa é uma questão que deve ser informada e discutida amplamente com os trabalhadores, pois a FEITTINF e o Sindpd/SP têm interesses nessa relação – mas enfim, essa federação é mais um ator que está se colocando na campanha salarial, o qual precisamos levar em consideração.

A diretoria do sindicato repassou um informe sobre as três reuniões da comissão paritária para a redução de jornada. O Sindppd/RS relatou que as reuniões foram bem boas, nas quais as representações dos trabalhadores se esforçaram em apresentar exemplos de outras empresas e órgãos públicos que têm reduzido a jornada. O Serpro, por sua vez, levou alguns casos não muito exitosos e, na última reunião, rejeitou parte dos objetivos da construção da Paritária. Essa questão levantada pela empresa será retomada na próxima reunião em Abril, quando a comissão deverá começar a fazer o relatório. O Sindppd/RS pediu aos trabalhadores que, caso saibam de mais situações de empresas que reduziram a jornada, enviem ao sindicato ou à OLT.

 

 

160310ASSEMBLEIA_serpro_2160310ASSEMBLEIA_serpro_4
Assembleia dessa quinta-feira na Regional Porto Alegre

 

 

Outra pauta foram as medidas tomadas pela direção do Serpro para cortar gastos, que incluem diminuir o serviço de copa, jardinagem e segurança – todas áreas que irão  afetar diretamente os trabalhadores terceirizados. Diversos deles trabalham anos no Serpro e são os que têm os salários mais baixos. Outra medida tomada pela empresa é a de suspender o transporte fretado dos trabalhadores do Serpro em São Paulo e no Rio de Janeiro, duas das maiores regionais da empresa. O Sindppd/RS questionou que, novamente, o Serpro e o governo federal estão jogando nas costas dos trabalhadores o ônus dos desvios de dinheiro público e da crise financeira, enquanto a empresa prossegue sem mexer no número de diretores, superintendentes, assessores da diretoria etc. Foi consenso, entre os colegas da Regional e PSEs, que o momento é de se solidarizar com os terceirizados e com os trabalhadores das outras regionais e de lutar contra esses cortes, que podem atingir qualquer um.

Em relação ao plano de saúde, foi reafirmada pelo sindicato a necessidade de que os colegas que saírem no APA e quiserem permanecer no plano vigente após os cinco anos que serão bancados pelo Serpro como benefício do programa, devem fazer um pedido administrativo para o RH da empresa antes de seus desligamentos, solicitando a permanência no plano. Se o Serpro negar ou não responder, devem procurar a assessoria jurídica do sindicato.

 

 

160310ASSEMBLEIA_serpro_1160310ASSEMBLEIA_serpro_3
Assembleia dessa quinta-feira na Regional Porto Alegre

 

 

Quanto ao tema do Serpros, foi informado sobre a matéria divulgada nessa data pela ASPAS com a relação dos nomes dos punidos e as respectivas punições. Essas informações foram fornecidas pela Previc, a responsável pela intervenção. Mais informações em  http://www.aspas.org.br/

A situação do Serpros é bastante grave, pois quase 20% do patrimônio está em risco e parte desse montante já foi perdido. Os trabalhadores devem prestar muita atenção no processo eleitoral, que está em andamento para os conselhos deliberativo (CDE) e fiscal (COF), e eleger representantes que tenham total independência da direção da empresa e do governo, defendendo de forma intransigente os interesses dos trabalhadores ativos e aposentados. E que não se calem frente à mordaça que tentam impor aos que não concordam com condutas equivocadas, como as que aconteceram no último período.

 

A OLT e o Sindppd/RS se comprometeram em avisar os trabalhadores sobre qualquer novidade que seja de interesse da categoria.

 
Acompanhe as notícias no site do sindicato e/ou nos blogs da FNI e da OLT!

 

 

Sindppd/RS   

sindppd

Ver todos os artigos de sindppd

A seção de comentários no site do Sindppd/RS quer incentivar o debate entre os trabalhadores de TI e o sindicato. Também é um canal de denúncias e informações. Portanto, NÃO SERÃO publicados comentários pornográficos, ofensivos a pessoas ou entidades e nem discriminatórios (racistas, homofóbicos, de gênero ou de classe); que contenham publicidade ou palavras de baixo calão; e nem comentários que façam afirmações caluniosas ou difamatórias, sem terem provas sobre o que está sendo dito. SOMENTE serão publicados comentários com endereços de emails válidos, os quais não serão divulgados.

Faça um comentário

Seu email não será publicado. *

Visite-nos

Rua Washington Luiz, 186 - Bairro Centro - Porto Alegre - RS - CEP 90010-460

Telefones do Sindppd/RS:
Geral - (0xx51) 3213-6100
Secretaria - (0xx51) 3213-6121/ 3213-6122
Tesouraria - (0xx51) 3213-6117

E-mail: [email protected]