PROCEMPA – Carta aberta dos trabalhadores à direção e ao Conselho Administrativo da PROCEMPA

1 132
image_pdfimage_print

 

Os trabalhadores da PROCEMPA redigiram um documento aberto da categoria em que denunciam os ataques contra a empresa e seu corpo funcional. Também reforçam as reivindicações de reajuste salarial, pois estão há 5 anos sem reposição, de realização de concurso público e de defesa da PROCEMPA PÚBLICA!

A carta foi aprovada na assembleia realizada na 6ª feira (21/05) e conta com a assinatura de 135 trabalhadores. O documento já foi enviado à direção e ao Conselho de Administrativo da PROCEMPA.

Leia a carta na íntegra abaixo:

 

CARTA ABERTA DOS TRABALHADORES
À DIREÇÃO E AO CONSELHO ADMINISTRATIVO DA PROCEMPA

Em campanha salarial, os trabalhadores da PROCEMPA estão prestes a utilizar o último recurso que lhes cabe para assegurar a valorização da empresa quando não vislumbram mais nenhuma perspectiva de negociação ou melhoria da sua situação de trabalho: a deflagração de GREVE!

Consideramos a nossa pauta extremamente justa e nossa indignação devidamente motivada após uma longa sequência de ataques à empresa e aos seus trabalhadores, que se arrasta há anos e não possui previsão de acabar, conforme dispomos a seguir.


ATAQUES À MORAL DA EMPRESA E DOS TRABALHADORES

Desde 2017, tanto os trabalhadores como a empresa têm sido alvo de ataques constantes e das mais diversas formas por parte do governo municipal. Infelizmente tais ataques continuaram no governo atual e, frequentemente, não passam de distorções dos fatos, simplificações ou simplesmente não condizem nem um pouco com a realidade.

Dizem que nosso corpo técnico é velho e defasado, quando na verdade a Companhia foi renovada após o concurso público de 2014, contratando  trabalhadores experientes, na faixa dos 30 anos, na sua maioria oriundos de grandes empresas nacionais e multinacionais, capacitados em tecnologias de ponta e contratados por salários e benefícios bastante compatíveis com a realidade do mercado na época. Os trabalhadores mais antigos que permanecem na Companhia, hoje em menor número, se mantêm atualizados e detêm um conhecimento de negócio acumulado por décadas, altamente valioso e essencial ao Município.

Dizem também que a PROCEMPA não entrega, ou que, quando entrega, custa caro, entrega mal e não inova, quando na verdade podem ser observados diversos sistemas inovadores, relevantes e premiados, como o Gerenciamento de Internações, um dos únicos do país, o Cercamento Eletrônico da cidade, ou então o recente Olho Mágico, para o monitoramento automático do uso de máscaras em escolas e outros ambientes públicos. Além destes, a empresa é responsável por inúmeros outros serviços e sistemas de alta qualidade e confiabilidade, invisíveis para o cidadão, mas fundamentais para o funcionamento e gestão do Município. Tudo isso por valores abaixo dos praticados no mercado, pagos em conformidade com o fluxo de caixa da Prefeitura e realizados por um quadro de pessoal muito aquém do número mínimo que seria necessário para atender às demandas recorrentes do Município.

Cabe ainda salientar que a PROCEMPA custa menos de 1,5% do orçamento municipal anual, valor considerado extremamente baixo para investimentos em tecnologia da informação e comunicação em qualquer tipo de organização.


5 ANOS DE PERDAS SALARIAIS

Apesar das inúmeras reduções dos custos na empresa como um todo, do capital acumulado em caixa e dos lucros gerados que acabam pagando impostos para o Estado e para a União, os trabalhadores da PROCEMPA estão há 5 anos sem reposição da inflação nos seus salários e benefícios. A perda salarial acumulada ultrapassa os 22% e a remuneração compatível com o mercado oferecida no concurso de 2014 já está bastante defasada para boa parte dos novos trabalhadores, que se mantêm na empresa porque acreditam na sua relevância.


FALTA DE PESSOAL

Além das aposentadorias e programas de incentivo à aposentadoria, a evasão de pessoal devido aos ataques recorrentes, à perda salarial acumulada e à falta de perspectiva resultou numa redução significativa do quadro técnico da empresa, tornando cada vez mais difícil para a PROCEMPA atender minimamente os serviços existentes ou assumir novos contratos. Sem contar a sobrecarga do corpo técnico que, não raro, trabalha horas a mais, por conta própria, motivado apenas pelo senso de responsabilidade para com os seus clientes.


APROVAÇÃO DO PLE 003/21

Após intensas mobilizações, o PLE 003/21 foi aprovado sem acolher nenhum dos apontamentos apresentados pelos trabalhadores da Companhia. O PLE coloca em risco a continuidade da empresa estimulando a fuga de contratos, não por questões de preços ou qualidade, mas porque a falta de pessoal tornará a empresa incapaz de assumir novos serviços ou manter os existentes no volume em que é requisitada, além de todos os problemas decorrentes da contratação de serviços de terceiros sem um parecer prévio daqueles que conhecem a TI do Município.


PROPOSTA DE REAJUSTE ZERO

A nova direção, que assumiu a empresa no início de 2021, vem afirmando que quer elevar a autoestima dos seus trabalhadores e colocar a empresa em lugar de destaque, realizando, inclusive, um efetivo trabalho de marketing, especialmente nas redes sociais e na comunicação interna, o que tem sido visto com bons olhos por muitos empregados. Entretanto, após mediações para o acordo coletivo e falas que indicavam uma negociação com os trabalhadores, estes foram tomados de surpresa com uma proposta de reajuste zero, que não deixa qualquer expectativa de abertura ou flexibilidade para continuidade da negociação.


OS TRABALHADORES DA PROCEMPA CHEGARAM NO SEU LIMITE!

Os trabalhadores da PROCEMPA cansaram de esperar, cansaram de se reinventar para aumentar sua produtividade e qualidade dos serviços enquanto são constantemente atacados e ainda vêem os seus salários defasados ano após ano, enquanto contratos de fornecedores terceiros são automaticamente reajustados.


OS TRABALHADORES DA PROCEMPA QUEREM VALORIZAÇÃO E RESPEITO!

Os trabalhadores merecem a reposição das perdas salariais, assegurando a retenção de talentos e preservação da Companhia na prestação de seus serviços que são essenciais ao Município.

Os trabalhadores merecem uma direção atuante para a manutenção e ampliação dos contratos da Prefeitura com a PROCEMPA, que não fique restrita a servir de apoio e suporte para a contratação de produtos e serviços de terceiros.

Os trabalhadores esperam a realização de concurso público para reposição de pessoal, assegurando que a Companhia mantenha e até amplie sua capacidade de atendimento às demandas do Município, bem como a qualidade dos serviços prestados.

Esta é a hora e a forma de demonstrar, na prática, o discurso de valorização da empresa.

VALORIZAÇÃO DA PROCEMPA, REPOSIÇÃO SALARIAL E CONCURSO PÚBLICO JÁ!
RESPEITO AOS TRABALHADORES E À HISTÓRIA DA COMPANHIA!

 

sindppd

Ver todos os artigos de sindppd

Similar articles

A seção de comentários no site do Sindppd/RS quer incentivar o debate entre os trabalhadores de TI e o sindicato. Também é um canal de denúncias e informações. Portanto, NÃO SERÃO publicados comentários pornográficos, ofensivos a pessoas ou entidades e nem discriminatórios (racistas, homofóbicos, de gênero ou de classe); que contenham publicidade ou palavras de baixo calão; e nem comentários que façam afirmações caluniosas ou difamatórias, sem terem provas sobre o que está sendo dito. SOMENTE serão publicados comentários com endereços de emails válidos, os quais não serão divulgados.

1 comentário

  1. Plinio Silveira 25 maio, 2021 - 13:55 à 13:55

    DEFENDER E LUTAR SEMPRE PELAS EMPRESAS PÚBLICAS, SERVIÇO PÚBLICO E O SERVIDOR PÚBLICO!!!

Faça um comentário

Seu email não será publicado. *

Visite-nos

Rua Washington Luiz, 186 - Bairro Centro - Porto Alegre - RS - CEP 90010-460

Telefones do Sindppd/RS:
Geral - (0xx51) 3213-6100
Secretaria - (0xx51) 3213-6121/ 3213-6122
Tesouraria - (0xx51) 3213-6117

E-mail: secretariageral@sindppd-rs.org.br