180511assembleiaRS_DESTAQUE

Trabalhadores do Serpro aprovam proposta da empresa

0 387
image_pdfimage_print

Só quem luta consegue avançar!

 

A maioria das assembleias dos trabalhadores realizadas nas regionais e escritórios do SERPRO nessas quinta e sexta-feiras (10 e 11/05) aprovaram a proposta da empresa. Até o momento, colegas do Amapá, Goiás, Minas Gerais, Ceará, Pará, Rio Grande do Sul, Bahia, Paraíba, Rio Grande do Norte e Pernambuco aceitaram a oferta; já em Santa Catarina, Brasília, Piauí, Espírito Santo e Sergipe teve rejeição. No Rio de Janeiro, o prédio do Andaraí rejeitou a proposta, mas ainda estão acontecendo assembleias em outros prédios da empresa, os quais impactarão no resultado final do estado.

A aceitação da proposta em âmbito nacional não significa que os trabalhadores a consideraram boa e, de longe, que tenhamos caído na balela do governo de “entender a situação financeira delicada que a empresa enfrenta”.  Afinal, mesmo estando mal das pernas financeiramente, o SERPRO continua pagando altos salários e garante privilégios para os cargos de confiança e correligionários. Ou seja, dinheiro há, mas não para nós, trabalhadores!

É comum o sentimento de que aceitamos a proposta para nos fortalecermos e darmos passos maiores na próxima campanha salarial. A direção do SERPRO e o governo federal não se contentarão em nos tirar 11 meses de retroativos nos salários, tíquetes e auxílios com impacto econômico. Eles querem destruir o nosso ACT (Acordo Coletivo).

Esse é o principal objetivo da Reforma Trabalhista do Governo Temer: reduzir os direitos dos trabalhadores, aumentando a margem de lucro das empresas e o caixa dos governos – cuja boa parte dos recursos é desviada para corrupção e para os bancos. Na campanha salarial do ano que vem e mesmo durante este ano, os ataques tendem a ser maiores, e precisaremos estar MUITO MAIS unidos e fortes!

 

Proposta da direção do SERPRO que está sendo aceita pelos trabalhadores:

– Reposição dos salários e dos benefícios pelo INPC (3,99%) relativo à data-base Maio 2017


– Pagamento de 2 meses dos retroativos à data-base 2017/2018 em 2x: metade em Maio/2018 e, a outra parte, em Junho/2018


– Para a data-base Maio/2018, propõe reajustar em 60% do INPC


– Mantém a redução dos percentuais da hora extra e da hora e adicional noturno para os patamares que constam na CLT


– Quitação para o APA

 

 

 

Campanha Salarial 2017/2018 só avançou porque teve LUTA. Que não nos esqueçamos disso no próximo ano!

Se fosse pela posição da maioria da FENADADOS e uma pequena parte de seus sindicatos filiados, os trabalhadores do SERPRO teriam encerrado a campanha salarial com uma perda ainda maior. Novamente a federação vacilou quando a empresa  queria rifar direitos e a reposição salarial dos trabalhadores. Mas principalmente, faltou disposição de organizar a mobilização pela base; alguns sindicatos, nem assembleias na base fizeram, especialmente nos dias das duas últimas mesas de negociação.

Foi a organização e a resistência dos trabalhadores em várias regionais que conseguiu avançar em um acordo um pouco menos lesivo à categoria. A maioria das assembleias rejeitou a primeira proposta da direção do SERPRO no início de Maio e os estados se mobilizaram, forçando a direção do SERPRO a dobrar o índice de reajuste salarial e dos benefícios. Nós da FNI estivemos presentes, e na linha de frente, para ajudar nessa movimentação!

Mais uma vez, a vida concreta nos mostra que a ORGANIZAÇÃO e a LUTA são o que fazem os trabalhadores manterem seus direitos e avançarem em conquistas. NUNCA conseguimos NADA sem nos mexer ou confraternizando nos gabinetes e dando tapinhas nas costas das direções das empresas.

Vamos nos organizando desde já em nossas empresas e em nossos estados, compondo OLTs de luta, conversando com colegas, participando de assembleias. Fiquemos atentos desde já!

 

 

 

Abaixo, fotos das assembleias nos estados realizadas nessas quinta e sexta-feiras:


Rio de Janeiro
 

 

Porto Alegre (RS)
 
 
 

 

Salvador (BA)
 
 
 

OLTs e sindicatos que constroem a FNI e entidades parceiras

 

* Texto retirado do BLOG da FNI

sindppd

Ver todos os artigos de sindppd

Similar articles

A seção de comentários no site do Sindppd/RS quer incentivar o debate entre os trabalhadores de TI e o sindicato. Também é um canal de denúncias e informações. Portanto, NÃO SERÃO publicados comentários pornográficos, ofensivos a pessoas ou entidades e nem discriminatórios (racistas, homofóbicos, de gênero ou de classe); que contenham publicidade ou palavras de baixo calão; e nem comentários que façam afirmações caluniosas ou difamatórias, sem terem provas sobre o que está sendo dito. SOMENTE serão publicados comentários com endereços de emails válidos, os quais não serão divulgados.

Faça um comentário

Seu email não será publicado. *

Visite-nos

Rua Washington Luiz, 186 - Bairro Centro - Porto Alegre - RS - CEP 90010-460

Telefones do Sindppd/RS:
Geral - (0xx51) 3213-6100
Secretaria - (0xx51) 3213-6121/ 3213-6122
Tesouraria - (0xx51) 3213-6117
Guias de Contribuição - (0xx51) 3213-6105

E-mail: secretariageral@sindppd-rs.org.br