SERPRO – ACT SERPRO 2020: mais verdades para a categoria

0 173
image_pdfimage_print

 

É necessário trazer informações verídicas para a categoria, tendo em vista o comportamento da diretoria do SERPRO em trazer para o corpo funcional a situação de que as representações dos trabalhadores têm impedido avanços e o encaminhamento para o desfecho do acordo coletivo deste ano, semeando internamente a polêmica das Fake News. O encaminhamento desse desfecho está se direcionando pela mediação junto ao TST (Tribunal Superior do Trabalho), assim como já aconteceu em outros anos recentemente.

Destaca-se um ponto muito importante e que também não é pautado nas notas da empresa: a disponibilização da transmissão das mesas virtuais de negociações para todo o corpo funcional, pois desta forma não necessitariam ficar explicando suas posições o tempo todo e com informações inverídicas. Vale lembrar que no ano passado a representação dos trabalhadores solicitou a transmissão e a empresa negou. A transmissão contribuiria para a clareza e a veracidade das informações  que, agora, estão sendo postadas diariamente.

Neste momento, vamos trazer a questão nas negativas por parte da empresa em manter, aos moldes de como já se encontram há muitos anos, as cláusulas de anuênio (reconhecimento que se dá pelo tempo de carreira dentro da empresa) e de licença prêmio (bonificação remuneratória/período de gozo que se dá a cada interstício de 5 anos de atividades). As representações dos trabalhadores querem manter como estão, enquanto a empresa quer alterar as duas: o anuênio passaria a ser quinquênio (ao invés de ser computado anualmente, isso aconteceria a cada 5 anos) e a licença prêmio seria extinta.

 

Analisando a questão, para o melhor esclarecimento deste contexto:

# Nas mesas de negociação, até o momento, a empresa alegou justificativa econômica para este item. Porém, esta alteração terá validade para os novos empregados que sejam contratados pela empresa.  O detalhe da questão e que traz a perplexidade: quando serão contratados novos funcionários pelo SERPRO, e quantos serão?

# A dura realidade em que a empresa vive, ainda se fazendo presente como uma das metas de privatização do governo, traz esta alteração como um enorme contraponto e de tamanha incoerência que não há logicamente deduções assertivas que possam ser elaboradas no avanço da questão.

# A não ser que a empresa mantenha, sobre o sigilo de sete chaves, algum planejamento de recomposição do quadro funcional, com a aplicação de concursos públicos – o que é totalmente desconhecido de todos.

# Caso contrário, não haverá impacto econômico algum com a alteração da cláusula, e – no melhor caso – na eventualidade de novos concursos com novos empregos, teremos trabalhadores que serão reconhecidos pelos seus esforços computados de maneira diferenciada –  o que cria uma proposta de divisão da classe dos trabalhadores – e compreende-se naturalmente como um aspecto negativo na intenção de fragilizar a unidade de trabalhadores.

 

Vale lembrar que a empresa ainda quer excluir do ACT a 13ª cartela de tíquete dentre outras retiradas de direitos.

 

Fique atento, colega trabalhador e empregado do SERPRO: não se iluda com o discurso que esta diretoria da empresa está adotando de se fazer de amiga e confidente de informações inconsistentes e inverídicas.

Pela verdade dos fatos e no esclarecimento dos andamentos até o momento!
 

OLT SERPRO/RS e Sindppd/RS

 

sindppd

Ver todos os artigos de sindppd

Similar articles

A seção de comentários no site do Sindppd/RS quer incentivar o debate entre os trabalhadores de TI e o sindicato. Também é um canal de denúncias e informações. Portanto, NÃO SERÃO publicados comentários pornográficos, ofensivos a pessoas ou entidades e nem discriminatórios (racistas, homofóbicos, de gênero ou de classe); que contenham publicidade ou palavras de baixo calão; e nem comentários que façam afirmações caluniosas ou difamatórias, sem terem provas sobre o que está sendo dito. SOMENTE serão publicados comentários com endereços de emails válidos, os quais não serão divulgados.

Faça um comentário

Seu email não será publicado. *

Visite-nos

Rua Washington Luiz, 186 - Bairro Centro - Porto Alegre - RS - CEP 90010-460

Telefones do Sindppd/RS:
Geral - (0xx51) 3213-6100
Secretaria - (0xx51) 3213-6121/ 3213-6122
Tesouraria - (0xx51) 3213-6117

E-mail: secretariageral@sindppd-rs.org.br