PROCERGS – Proposta do Governo Sartori para o nosso Acordo Coletivo é de retirada de direitos

1 222
image_pdfimage_print

 

CT PROCERGS, Sindppd/RS e o GAE (negociadores pelo governo estadual) realizaram nessa segunda-feira (6/08) a primeira mesa de negociação da campanha salarial. A direção da empresa abriu a reunião e logo a seguir saiu, ficando a condução a cargo do GAE.

De forma bem objetiva, o GAE entregou uma proposta que altera MUITAS cláusulas do nosso ACT (Acordo Coletivo). A CT PROCERGS e o sindicato ainda não conseguiram verificar todas, pois aguardamos o arquivo para comparar o atual ACT (Acordo Coletivo) com a proposta apresentada, mas podemos adiantar que grande parte delas resulta em RETIRADA DE DIREITOS. Seguem algumas:

# A partir de 2019 não terá mais PPR, que será pago apenas até este ano;
# Exclusão da licença-amamentação;
# Acabar com a liberação sindical que temos, a partir de Janeiro/2019

 
Em relação à proposta financeira, o Governo Sartori ofereceu reajuste dos salários e benefícios pelo INPC (medido em 3,53%), a ser pago em 2x (metade no fechamento da campanha e, a outra metade, em Dezembro/2018) e SEM RETROATIVIDADE à data-base de 1º de Julho.

 

CLIQUE AQUI para acessar a proposta do GAE 

 

Essa proposta apresentada pelo Governo Sartori NÃO RECUPERA NENHUM DOS DIREITOS que perdemos na negociação da campanha salarial passada e que recolocamos na pauta deste ano, entre eles o parcelamento de férias. 

 

 
A hora de conversar e refletir sobre a proposta e a nossa campanha salarial é no LANCHE COLETIVO desta QUARTA-FEIRA (8/08), às 15h. Todos e todas ao pátio!

Este é mais um ano em que o Governo Sartori quer retirar direitos dos trabalhadores da PROCERGS. É inaceitável que se mantenha a política de cortar conquistas históricas, não podemos aceitar.

Mas a sanha não acaba por aí. Ao propor o fim da liberação sindical remunerada, o Governo Sartori está atacando também a organização dos trabalhadores e, diretamente, o Sindppd/RS. O sindicato já foi duramente prejudicado em sua arrecadação com a Reforma Trabalhista e, agora, querem tirar o direito à liberação remunerada para seguir atacando a empresa pública e nossos direitos, dificultando ao máximo a possibilidade de reação.

Venha para a mobilização e, juntos, debatermos o que faremos, colegas. O Sindppd/RS não abrirá mão dos direitos dos trabalhadores!

 
LANCHE COLETIVO DOS TRABALHADORES DA PROCERGS*
Nesta 4ª feira (8/08) – Às 15h
No pátio da sede da empresa
*Caso chova, marcaremos nova data

 

À luta, colegas da PROCERGS! Não tá morto quem peleia!

 

 
Sindppd/RS

 

* Matéria atualizada em 8/08/2018, às 16h15min, para anexar a proposta do GAE

sindppd

Ver todos os artigos de sindppd

Similar articles

A seção de comentários no site do Sindppd/RS quer incentivar o debate entre os trabalhadores de TI e o sindicato. Também é um canal de denúncias e informações. Portanto, NÃO SERÃO publicados comentários pornográficos, ofensivos a pessoas ou entidades e nem discriminatórios (racistas, homofóbicos, de gênero ou de classe); que contenham publicidade ou palavras de baixo calão; e nem comentários que façam afirmações caluniosas ou difamatórias, sem terem provas sobre o que está sendo dito. SOMENTE serão publicados comentários com endereços de emails válidos, os quais não serão divulgados.

1 comentário

  1. Marcio 9 agosto, 2018 - 14:04 à 14:04

    Com todo o respeito, mas as vezes vocês são muito ignorantes!!
    Sobre a retirada da licença-amamentação: faz todo o sentido!!
    Hoje a licença-amamentação é de 180 dias após o nascimento do filho. Exatamente o mesmo tempo da licença maternidade!
    Ou seja, nenhuma mãe irá usufruir da licença-amamentação, pois ela estará em licença maternidade!

Faça um comentário

Seu email não será publicado. *

Visite-nos

Rua Washington Luiz, 186 - Bairro Centro - Porto Alegre - RS - CEP 90010-460

Telefones do Sindppd/RS:
Geral - (0xx51) 3213-6100
Secretaria - (0xx51) 3213-6121/ 3213-6122
Tesouraria - (0xx51) 3213-6117

E-mail: secretariageral@sindppd-rs.org.br