PROCERGS – Prazo para oposição à CONTRIBUIÇÃO ASSISTENCIAL: 1º a 5 de Outubro

0 316
image_pdfimage_print

 

Colega da PROCERGS,

com o fechamento do ACT 2018/2019 (Acordo Coletivo de Trabalho), abre-se o prazo para a oposição ao desconto da CONTRIBUIÇÃO ASSISTENCIAL ao Sindppd/RS (Cláusula 93ª do ACT), que será de 1º a 5 de Outubro de 2018. Este período é destinado para que os trabalhadores que NÃO querem contribuir financeiramente com o sindicato possam se manifestar.

A CONTRIBUIÇÃO ASSISTENCIAL é utilizada para pagar os gastos com as campanhas salariais, auxiliando no custeio do transporte, assessoria jurídica, estrutura do sindicato utilizada nas mobilizações, editais em jornais etc. Conforme aprovado pela assembleia dos trabalhadores da PROCERGS, a contribuição deste ano equivalerá ao valor de 1,5% da remuneração de cada trabalhador. O desconto será efetuado uma ÚNICA VEZ no CONTRACHEQUE DE OUTUBRO/2018 pela empresa, a qual deve recolher o montante e repassar ao Sindppd/RS.

Nossa Campanha salarial foi VITORIOSA, pois conseguimos MANTER as mais de 30 cláusulas que a empresa/governo queriam alterar e obtivemos toda a reposição salarial. Junto com isso, conquistamos um ganho histórico no TRT (Tribunal Regional do Trabalho) com o reconhecimento de que a Promoção por Antiguidade é devida. Conseguimos, também, manter inalterada a cláusula do PPR que o governo queria mexer, fazendo com que em Outubro tenhamos mais meio salário do PPR.

 

 

Mantenha o Sindppd/RS FORTE. Não se oponha à Contribuição Assistencial e ajude a manter a organização dos trabalhadores da PROCERGS!

Encerrada a nossa campanha salarial, agora é o momento de os trabalhadores da PROCERGS, como ocorreu com os de outras empresas públicas e do Setor Privado da nossa categoria de TI, assumirem também o SUSTENTO FINANCEIRO do Sindppd/RS.

A Campanha Salarial 2018/2019 da PROCERGS é exemplo vivo da importância de um sindicato atuante junto à CT (comissão de trabalhadores) e aos trabalhadores organizados e mobilizados. Juntos, conseguimos arrancar a REPOSIÇÃO SALARIAL e dos benefícios e barrar a RETIRADA DE DIREITOS que o GAE (governo estadual) e a direção da empresa queriam impor aos trabalhadores. Agora em Outubro receberemos a 1ª parcela do PPR 2018/1, fruto da nossa organização, resistência e luta, pois a direção da PROCERGS queria acabar.

Os colegas da PROCERGS também têm tido conquistas importantes no âmbito da Justiça, via ações movidas pelo jurídico do Sindppd/RS. Seja em processos individuais, como o recente envolvendo as promoções por antiguidade, seja nos coletivos, em que todos recebem (Planos Econômicos, FGTS, IRPF ). Sem um sindicato FORTE, quem empreenderá daqui pra frente esses processos que mais cedo ou mais tarde receberemos?

 

 

 

MAS SE AINDA QUISER SE OPOR À CONTRIBUIÇÃO ASSISTENCIAL, VEJA COMO PROCEDER

O Sindppd/RS, mantendo seu compromisso de transparência e de democracia com a nossa categoria, está divulgando amplamente o prazo para que os trabalhadores que não queiram contribuir com o sindicato possam se opor ao desconto. Conforme consta na Cláusula 93, os trabalhadores precisarão trazer uma carta ao Sindppd/RS, escrita a próprio punho, com seus dados pessoais e assinada, em que dizem se opor ao desconto assistencial, ou enviar pelos CORREIOS, inclusive os trabalhadores do interior, postando a mesma até o dia 5/10.

 

 

PRAZOS E HORÁRIO PARA ENTREGA DAS OPOSIÇÕES NO SINDPPD/RS

1º a 5 DE OUTUBRO – segunda a sexta-feira que vem

Manhã: 9h30min até às 11h30min
Tarde: 13h até às 17h45min

 

 

Colega, você pode até não concordar com as representações sindicais, mas o sindicato é hoje o nosso instrumento de organização e de luta. Hoje são estas pessoas que estão à frente do sindicato, mas podem ser quaisquer outras logo ali adiante. O que está em jogo é o trabalho de representação dos trabalhadores.

O DIREITO a se opor está posto, mas pedimos pra você que pretende fazer a carta de oposição a este único desconto assistencial em prol do sindicato, para refletir um pouco sobre toda essa situação em que está colocada a representação de trabalhadores no Brasil, sendo duramente atacada. Também ao claro DESMONTE de direitos dos servidores e das empresas públicas em todos os níveis. E analisar… sem sindicatos na resistência a tudo isso, o que será das empresas públicas, o que será dos direitos, dos salários e principalmente do SEU EMPREGO, que com o prosseguimento desta Reforma Trabalhista (“antirreforma”), aliada à TERCEIRIZAÇÃO em massa que vem a galope na reforma, seguirão sendo AMEAÇAS CONCRETAS a nós trabalhadores em empresas públicas.

 


Enfim, pense que o Sindppd/RS precisa de TODA a ajuda para se manter, e que sem ele TODOS perdem, inclusive você. NÃO FAÇA esta oposição!

 

 

Sindppd/RS

 

sindppd

Ver todos os artigos de sindppd

Similar articles

A seção de comentários no site do Sindppd/RS quer incentivar o debate entre os trabalhadores de TI e o sindicato. Também é um canal de denúncias e informações. Portanto, NÃO SERÃO publicados comentários pornográficos, ofensivos a pessoas ou entidades e nem discriminatórios (racistas, homofóbicos, de gênero ou de classe); que contenham publicidade ou palavras de baixo calão; e nem comentários que façam afirmações caluniosas ou difamatórias, sem terem provas sobre o que está sendo dito. SOMENTE serão publicados comentários com endereços de emails válidos, os quais não serão divulgados.

Faça um comentário

Seu email não será publicado. *

Visite-nos

Rua Washington Luiz, 186 - Bairro Centro - Porto Alegre - RS - CEP 90010-460

Telefones do Sindppd/RS:
Geral - (0xx51) 3213-6100
Secretaria - (0xx51) 3213-6121/ 3213-6122
Tesouraria - (0xx51) 3213-6117

E-mail: secretariageral@sindppd-rs.org.br