PROCERGS – Informes importantes sobre a Campanha Salarial e a GREVE GERAL nesta SEXTA-FEIRA (30/06). À luta pelos nossos direitos!

0 214
image_pdfimage_print

 

Colegas da PROCERGS,

A direção da empresa se nega a assinar o termo de garantia de data-base e da manutenção das cláusulas do Acordo Coletivo (ACT)

 

 

Data-Base 1º de Julho de 2017

Junto com a entrega da pauta para a PROCERGS, em 13 de Junho foi encaminhado para a empresa, como é feito todos os anos, um termo de garantia de data-base e da manutenção de todas as cláusulas do Acordo Coletivo, até que seja fechado o próximo ACT – pois, em 30 de Junho expira o acordo. Este termo é muito importante para garantir a tranquilidade do processo negocial e a vigência de todas as cláusulas que hoje estão no nosso Acordo Coletivo.

Havia também uma súmula do TST (Tribunal Superior do Trabalho) que dava essas garantias, mas o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), Gilmar Mendes, a pedido de uma federação empresarial concedeu uma liminar que suspende a vigência dela.

Todas as empresas da categoria, como SERPRO, DATAPREV e BB Tecnologia, vêm assinando este termo sem dificuldades, já no governo de Temer. A PROCERGS passa a ser a única empresa da categoria que se posiciona negativamente a sua assinatura. Lembrando que no governo Yeda, do qual o PMDB também fez parte, a cláusula que tínhamos de ultratividade do ACT foi retirada do Acordo Coletivo da PROCERGS, e mesmo constando em pauta de reivindicações desde lá, não conseguimos retomá-la, com nenhum dos governos que passaram.

A  empresa se posiciona de forma muito prejudicial ao processo negocial. A não assinatura deste termo coloca em risco a negociação, pois as cláusulas existentes perdem o efeito de validade: tanto a empresa deixa de ter a base legal para qualquer pagamento, como os trabalhadores podem ser prejudicados a partir de 1º de Julho, já que estarão sem as garantias das cláusulas e direitos. Além de não assinar o documento, a direção da empresa diz que não vai se posicionar, por escrito, sobre a motivação disso. Opinamos ser de uma grande irresponsabilidade e desrespeito esta atitude da gestão da empresa.

O Sindppd/RS, por meio da assessoria jurídica, terá que tomar uma atitude que há muitos anos não precisava: faremos um protesto judicial no TRT (Tribunal Regional do Trabalho) para garantir a data-base e a vigência do ACT, até que novo acordo seja assinado.

 

 

Dia 30 de Junho: GREVE GERAL contra as reformas Trabalhista e da Previdência

Esta SEXTA-FEIRA (30 de Junho) é o dia da GREVE GERAL no Brasil. Além da PROCERGS, trabalhadores da PROCEMPA, SERPRO e da BB TECNOLOGIA deliberaram a favor da paralisação. Vamos, juntos, construir um grande dia de paralisação! É possível e necessário derrotar as reformas Trabalhista e da Previdência, pois são imensamente mais prejudiciais aos trabalhadores que os descontos do dia.  

 

Todos à GREVE GERAL – Dia 30 de Junho, em todo o Brasil

 
Sindppd/RS 

sindppd

Ver todos os artigos de sindppd

Similar articles

A seção de comentários no site do Sindppd/RS quer incentivar o debate entre os trabalhadores de TI e o sindicato. Também é um canal de denúncias e informações. Portanto, NÃO SERÃO publicados comentários pornográficos, ofensivos a pessoas ou entidades e nem discriminatórios (racistas, homofóbicos, de gênero ou de classe); que contenham publicidade ou palavras de baixo calão; e nem comentários que façam afirmações caluniosas ou difamatórias, sem terem provas sobre o que está sendo dito. SOMENTE serão publicados comentários com endereços de emails válidos, os quais não serão divulgados.

Faça um comentário

Seu email não será publicado. *

Visite-nos

Rua Washington Luiz, 186 - Bairro Centro - Porto Alegre - RS - CEP 90010-460

Telefones do Sindppd/RS:
Geral - (0xx51) 3213-6100
Secretaria - (0xx51) 3213-6121/ 3213-6122
Tesouraria - (0xx51) 3213-6117

E-mail: secretariageral@sindppd-rs.org.br