Painel Mapa dos Leitos2 SITE.jpg

PROCERGS é destaque nas ações do governo do RS de enfrentamento ao Coronavírus

0 120
image_pdfimage_print

 

A maior riqueza da PROCERGS são os seus trabalhadores, que devem ser valorizados!

 

A Companhia de Processamento de Dados do Estado do Rio Grande do Sul (PROCERGS) tem se destacado nas ações do governo estadual de enfrentamento ao Coronavírus no RS. A mais recente contribuição é o  Mapa dos Leitos (https://covid.saude.rs.gov.br/), um painel digital que permite acompanhar a taxa de ocupação dos hospitais, um dos sinalizadores de risco do novo Modelo de Distanciamento Controlado do Estado para a pandemia do coronavírus, implementado pelo Governo Eduardo Leite a partir desta 2ª feira (11/05).

Desenvolvido pela Secretaria de Governança e Gestão Estratégica (SGGE) e Secretaria da Saúde (SES), com respaldo técnico da PROCERGS, o painel mostra dados registrados por 294 hospitais gaúchos em tempo real sobre leitos, respiradores e pacientes confirmados ou não com COVID-19. Também apresenta uma visão temporal da evolução da taxa de ocupação por data, desde o mês de Abril.

 

 

Painel Mapa dos Leitos2 SITE.jpg

 

 

O Mapa dos Leitos (print acima) agrega praticidade, velocidade e transparência dos dados e informações oficiais e é estrutura principal para aplicação e monitoramento deste novo modelo de distanciamento controlado adotado pelo governo estadual. Cabe destacar que o site do mapa é responsivo, ou seja, se adapta à qualquer tela, seja celular, tablet ou computador.

A PROCERGS mantém cerca de 95% dos trabalhadores em home office desde o final de Março. Trabalhando de casa, os funcionários geram e alteram sistemas para suporte ao governo durante a pandemia; dão suporte de uso para os milhares de túneis específicos que a PROCERGS fornece para acesso remoto aos sistemas corporativos dos seus clientes; também gerenciam os Teams (Conferência remota), que facilitam o contato à distância entre os diversos órgãos e secretarias do governo do Estado, entre outros.

Os funcionários já entregaram 80% das 90 demandas do governo estadual para enfrentamento da pandemia, segundo levantamento apresentado pelo presidente da empresa, José Antonio Leal, em um pronunciamento divulgado em  4 de Maio no canal de youtube da empresa. Não é à toa que as atividades de software de apoio ao Governo e seus órgãos foi considerado atividade essencial pelo governador Eduardo Leite.

 

 

TRABALHADORES DA PROCERGS DEVEM SER VALORIZADOS!

Os trabalhadores da PROCERGS, mesmo de casa e muitas vezes trabalhando horas a mais, mostram que são uma categoria valorosa e, em parte, responsável pelo bom andamento das políticas públicas estaduais. Acabaram de aprovar o chamamento de 17 novos profissionais, prova do respaldo de seu trabalho, mas eles querem valorização. No fechamento do último acordo coletivo, o governo Leite propôs REAJUSTE ZERO nos salários e benefícios e também propôs congelar e extinguir os anuênios e os quinquênios, excluir a cláusula da ultratividade, alterar data de pagamento entre outros itens. A categoria respondeu com uma forte greve e conseguiu manter seus direitos!

A PROCERGS é uma empresa pública superavitária e representa apenas 0,39% no orçamento total do RS. Seus cerca de 1 mil trabalhadores prestam serviços de qualidade e de excelência de TI ao governo estadual e à população gaúcha, premiados nacionalmente e adotados por governos de outros estados, com um custo/benefício abaixo, até mesmo, de empresas do setor privado de TI. Apesar da falta de funcionários, da terceirização e da precarização.

Os trabalhadores da empresa querem valorização. Que as autoridades e governantes lembrem-se do esforço e da competência dos que sustentam a empresa pública de TI que orgulha os gaúchos!

 

Parar para salvar a vida! Home office sem corte de salário e sem retirada de direitos!

 

 

Sindppd/RS

 

sindppd

Ver todos os artigos de sindppd

A seção de comentários no site do Sindppd/RS quer incentivar o debate entre os trabalhadores de TI e o sindicato. Também é um canal de denúncias e informações. Portanto, NÃO SERÃO publicados comentários pornográficos, ofensivos a pessoas ou entidades e nem discriminatórios (racistas, homofóbicos, de gênero ou de classe); que contenham publicidade ou palavras de baixo calão; e nem comentários que façam afirmações caluniosas ou difamatórias, sem terem provas sobre o que está sendo dito. SOMENTE serão publicados comentários com endereços de emails válidos, os quais não serão divulgados.

Faça um comentário

Seu email não será publicado. *

Visite-nos

Rua Washington Luiz, 186 - Bairro Centro - Porto Alegre - RS - CEP 90010-460

Telefones do Sindppd/RS:
Geral - (0xx51) 3213-6100
Secretaria - (0xx51) 3213-6121/ 3213-6122
Tesouraria - (0xx51) 3213-6117

E-mail: secretariageral@sindppd-rs.org.br