200804assembleia_PROCERGS_DESTAQUE

Procergs: assembleia virtual aprova proposta da mediação do TRT

0 65
image_pdfimage_print

 

CT PROCERGS e Sindppd/RS apresentarão o resultado na mediação virtual do TRT (Tribunal Regional do Trabalho) que prossegue nesta 5ª feira (6/08). Categoria reforçou compromisso de que irá lutar pelos direitos que constam no ACT (Acordo Coletivo de Trabalho) na Campanha Salarial 2020/2021!

A assembleia virtual de hoje (4/08) contou com a participação de cerca de 340 trabalhadores pelo Google Meet e no canal de Youtube do Sindppd/RS. Durante pouco mais de 1h30min, a CT e o sindicato comentaram sobre a proposta feita pela mediação, que buscou intermediar o impasse frente à intransigência da direção da PROCERGS e a postura firme dos trabalhadores, que exigiam o cumprimento da cláusula 95ª.

A proposta da mediação garante a vigência do Acordo por mais 10 meses, até 30 de Abril de 2021, diferente da proposta aceita pela PROCERGS que mantinha a vigência somente por 6 meses, até 31 de Dezembro de 2020. A CT e os diretores do sindicato comentaram que, apesar da proposta construída pela mediação não ser a validação do prazo de 12 meses previsto na cláusula 95ª, é o que mais se aproxima do que foi negociado e previsto no Acordo Coletivo de 2019 e só foi conseguida devido à insistência e à mobilização dos trabalhadores. Além disso, a proposta evita que a categoria passe pela incerteza de não ter os seus direitos garantidos num período de difícil organização como o final do ano.

Vários colegas fizeram perguntas para tirar dúvidas e manifestaram suas opiniões e avaliações. Alguns presentes mostraram preocupação com uma possível retaliação da empresa em cortar benefícios ou atrasar o pagamento dos salários, o que seria ilegal e passível de ação judicial, conforme explicado pela CT e o sindicato. Outro importante grupo de trabalhadores chegou a defender que não abríssemos mão dos 12 meses de validade conforme prevê a cláusula 95ª. No entanto, no decorrer do debate foi sendo construída uma posição amplamente majoritária de que deveríamos aceitar a proposta da mediação no TRT para reservarmos as nossas forças para lutar pelo conjunto dos direitos previstos no Acordo Coletivo, que começará a ser discutido após a assinatura do aditivo de garantia das cláusulas previstas no atual ACT.

Para que todos os colegas pudessem se posicionar se aceitavam ou não a proposta da mediação, foi realizada uma votação via formulário do Googleforms. De 312 votos recebidos, 15 rejeitaram a proposta e 2 se abstiveram. Portanto, 295 trabalhadores (94% dos votantes) aceitaram a proposta da mediação do TRT.

Até este momento não temos conhecimento da decisão da PROCERGS, mas esperamos que não apareçam novidades por parte da empresa na próxima reunião de mediação, que irá acontecer nesta 5ª feira (6/08). Já está passando do tempo de a empresa dar um fim a este clima de incerteza que, além de ser ilegal porque descumpre o Acordo Coletivo (ACT) ainda prejudica todos os trabalhadores, que estão dando o seu melhor trabalhando de forma improvisada em casa para manter a PROCERGS atuante neste momento de urgência sanitária, em que a população gaúcha necessita ainda mais do governo e de seus órgãos.

Para todos os TRABALHADORES da PROCERGS fica a certeza de que esta Campanha Salarial 2020/2021, quando iniciar, será duríssima. Portanto colegas, precisamos continuar e aumentar nossa mobilização!

Na semana que vem, iremos fazer nova assembleia virtual. É mais uma oportunidade para engrossar o movimento. Fiquem atentos ao link que divulgaremos em breve, participem!

 

 

Sindicato forte é o que tem os trabalhadores junto! SINDICALIZE-SE AO SINDPPD/RS!

A CT PROCERGS e o Sindppd/RS pediram, mais uma vez, para que os trabalhadores da PROCERGS se associem ao sindicato. O sócio contribui mensalmente com valor correspondente a 1% do salário base, que é descontado direto da folha de pagamento.

Apenas em torno de 40% dos trabalhadores da PROCERGS são sindicalizados ao Sindppd/RS. As fontes de receita do sindicato são as mensalidades dos sócios e as contribuições assistenciais que cobramos, uma única vez, no fechamento das campanhas salariais e que, geralmente, mal cobrem os custos das campanhas.

Para manter a estrutura física em funcionamento (sede do sindicato e carros, funcionários), assessorias jurídica e de saúde, a organização e representação nas campanhas salariais para fechamento dos acordos coletivos etc. é necessário que os TRABALHADORES também assumam financeiramente o sindicato.

Portanto colega, sindicalize-se! Preencha a ficha de filiação online neste link: http://www.sindppd-rs.org.br/ficha.php, gere a ficha em PDF e mande para o e-mail da Secretaria Geral (secretariageral@sindppd-rs.org.br).

 

À luta!

 

Sindppd/RS

 

sindppd

Ver todos os artigos de sindppd

Similar articles

A seção de comentários no site do Sindppd/RS quer incentivar o debate entre os trabalhadores de TI e o sindicato. Também é um canal de denúncias e informações. Portanto, NÃO SERÃO publicados comentários pornográficos, ofensivos a pessoas ou entidades e nem discriminatórios (racistas, homofóbicos, de gênero ou de classe); que contenham publicidade ou palavras de baixo calão; e nem comentários que façam afirmações caluniosas ou difamatórias, sem terem provas sobre o que está sendo dito. SOMENTE serão publicados comentários com endereços de emails válidos, os quais não serão divulgados.

Faça um comentário

Seu email não será publicado. *

Visite-nos

Rua Washington Luiz, 186 - Bairro Centro - Porto Alegre - RS - CEP 90010-460

Telefones do Sindppd/RS:
Geral - (0xx51) 3213-6100
Secretaria - (0xx51) 3213-6121/ 3213-6122
Tesouraria - (0xx51) 3213-6117

E-mail: secretariageral@sindppd-rs.org.br