PROCERGS – Arrecadação e receita do Estado crescem mesmo com pandemia. Não aceitamos corte de direitos!

0 183
image_pdfimage_print

 

O DIEESE (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) divulgou levantamento nessa 2ª feira (9/11) em que registrou aumento na arrecadação e na receita líquida do Estado do RS em 2020. Segundo a pesquisa, a arrecadação de ICMS cresceu 16% em Outubro deste ano, uma elevação de R$ 464 milhões em comparação ao mesmo mês em 2019.

No ano, que contabiliza os resultados de Janeiro a Outubro de 2020, o aumento foi de 1,4%, totalizando R$ 388 milhões a mais em relação ao mesmo período em 2019. O ICMS é a mais importante fonte de arrecadação tributária do Estado. Os valores provenientes deste imposto respondem por 86% da receita tributária do Rio Grande do Sul.

A receita líquida, já descontados os repasses do Fundeb, aos municípios e o IRRF (imposto de renda retido na fonte), também aumentou neste ano. Acesse o levantamento do DIEESE na íntegra clicando AQUI

Ao mesmo tempo em que a receita aumenta, os gastos com pessoal reduzem. Esta “economia nos gastos públicos” é vendida como positiva pelos empresários, governo e mídia, mas resulta da retirada de direitos e da aposentadoria de trabalhadores que NÃO estão sendo repostos.

A tabela do DIEESE que divulgamos abaixo mostra uma significativa queda da despesa com pessoal, deixando o RS com números muito abaixo do limite da LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal). Mais um motivo para que o governo pare de atacar a PROCERGS e as demais empresas públicas.

 

Rel de Indicadores Fiscais 2Q2020

 

O governo estadual ainda investe pesado no setor privado. Levantamento da AFISVEC (Associação dos Fiscais de Tributos Estaduais) aponta que desde o início de 2020 até a primeira semana de Novembro, R$ 10 bilhões foram concedidos à iniciativa privada por meio de desonerações fiscais. É como se R$ 1 bilhão deixasse de ser arrecadado por mês pelo governo. A AFISVEC estima que com as desonerações de um único mês, daria para contratar cerca de 10 mil professores e 10 mil policiais militares, o que resultaria em melhoria na educação e na segurança. Veja matéria do Jornal do Comércio clicando AQUI  

Esses dados econômicos derrubam os argumentos de terra arrasada do governo estadual, que quer retirar direitos dos trabalhadores da PROCERGS com o argumento de reduzir os gastos da máquina pública. Mesmo com a pandemia do coronavírus, a arrecadação e a receita do Estado cresceram. Devemos questionar para onde irá este dinheiro: para os bolsos de banqueiros via pagamento dos juros da dívida pública e para grandes empresários, ou para os trabalhadores e a população gaúcha via fornecimento de mais e melhores serviços públicos e da manutenção dos direitos dos funcionários.

A PROCERGS está entre as ferramentas mais importantes do governo do Estado para ajudar na arrecadação e no controle da receita via ICMS. A empresa e os seus funcionários também estão sendo fundamentais no funcionamento do próprio governo durante a pandemia e na manutenção dos serviços de TI prestados à população.

Também nos preocupa que há anos o governo não faz concurso público para contratar mais trabalhadores, tão necessários para a atuação da PROCERGS e para expandir ainda mais os serviços de TI à população gaúcha.

 

Queremos manter nossos direitos! Exigimos valorização profissional!

Em defesa da PROCERGS forte e pública!

 

 

Sindppd/RS

sindppd

Ver todos os artigos de sindppd

Similar articles

A seção de comentários no site do Sindppd/RS quer incentivar o debate entre os trabalhadores de TI e o sindicato. Também é um canal de denúncias e informações. Portanto, NÃO SERÃO publicados comentários pornográficos, ofensivos a pessoas ou entidades e nem discriminatórios (racistas, homofóbicos, de gênero ou de classe); que contenham publicidade ou palavras de baixo calão; e nem comentários que façam afirmações caluniosas ou difamatórias, sem terem provas sobre o que está sendo dito. SOMENTE serão publicados comentários com endereços de emails válidos, os quais não serão divulgados.

Faça um comentário

Seu email não será publicado. *

Visite-nos

Rua Washington Luiz, 186 - Bairro Centro - Porto Alegre - RS - CEP 90010-460

Telefones do Sindppd/RS:
Geral - (0xx51) 3213-6100
Secretaria - (0xx51) 3213-6121/ 3213-6122
Tesouraria - (0xx51) 3213-6117

E-mail: secretariageral@sindppd-rs.org.br