200921votacao_procempa_DESTAQUE

PROCEMPA – PLE 032/2019 é rejeitado por ampla maioria na Câmara de Vereadores

0 410
image_pdfimage_print

 

Vitória dos trabalhadores e de Porto Alegre!

 

 

 

Por 24 votos contra e 8 a favor, a Câmara Municipal de Porto Alegre rejeitou o PLE 032/2019 de autoria do prefeito Nelson Marchezan Jr. A votação ocorreu de forma virtual na tarde dessa 2ª feira (21/09).

As bancadas do PT, PSOL, PDT, PSB, MDB, Republicanos e PTB votaram em peso contra o projeto.  Dois vereadores do PP, uma vereadora do PSD e um do DEM rejeitaram o PLE (veja lista no final da matéria). Os trabalhadores da PROCEMPA e colegas de outras empresas públicas do setor, como da PROCERGS, da BB Tecnologia e do SERPRO, assistiram a sessão da Câmara Municipal pelo youtube e lotaram o chat com comentários pedindo para que os vereadores não aprovassem o projeto. Agradecemos a participação de todos e de todas!

 

Campanha intensa contra o PLE desde o final de 2019

Os trabalhadores da PROCEMPA organizados pelo Sindppd/RS, com o apoio da Comissão de Trabalhadores e a AFP (Associação dos Funcionários), estão mobilizados desde o final de 2019, quando o PLE 032/2019 foi levado à Câmara de Vereadores pelo prefeito Marchezan Jr. Desde então, a categoria já denunciou o desmonte da empresa na Tribuna Popular da Câmara bem como conversou com grande parte dos vereadores sobre o prejuízo que o projeto traria à Porto Alegre. Os contatos prosseguiram até mesmo durante a pandemia!

Na semana  passada, ocorreu a Audiência Pública virtual, uma atividade muito importante em que os funcionários, sindicato e AFP rechaçaram, com dados e exemplos, o projeto do prefeito Marchezan Jr. em todos as áreas: na qualidade técnica, nos custos e na agilidade dos serviços de TI fornecidos pela empresa pública. Nesta atividade da Câmara Municipal, contamos com as importantes participações de Sérgio Brum, municipário aposentado e presidente da ASTEC (Associação dos Técnicos de Nível Superior do município de Porto Alegre), e do ex-presidente da PROCEMPA, Mario Teza. A única voz dissonante foi do atual presidente da empresa, Paulo Miranda, que defendeu o projeto argumentando que a gestão da TI tem que estar nas mãos da prefeitura, sendo que a PROCEMPA integra a administração municipal. Uma vergonha!

Agradecemos ainda aos vereadores Adeli Sell (PT) e Roberto Robaina (PSOL), que acompanharam e assessoraram os trabalhadores desde o início dos contatos com a Câmara Municipal no ano passado. A ajuda deles foi fundamental para conseguirmos os apoios necessários para a rejeição do projeto.

 

O PLE 032/2019 FOI REJEITADO. Ganhamos uma batalha, mas ainda teremos lutas pela frente!

Nessa segunda-feira (21/09), com os nervos à flor da pele os trabalhadores assistiram a sessão que decidiria o futuro da PROCEMPA pública. Foram horas de tensão, mas também de resistência, em que os trabalhadores buscavam com suas mensagens convencer os vereadores indecisos a votarem contra o PLE 032/2019, que teria consequências trágicas, significaria o desmonte da empresa.  Foi quase um ano desta longa e difícil batalha.

O PLE 032/2019 retirava a obrigatoriedade da supervisão técnica da PROCEMPA na aquisição de produtos e serviços de TI de terceiros para a prefeitura municipal. Na prática, abre a área da TI pública do município para o setor privado sem a análise criteriosa que os técnicos da PROCEMPA fazem a cada demanda encaminhada pelas várias secretarias e empresas do município. Se aprovado, o projeto iniciaria um processo que levaria ao desmonte da PROCEMPA e numa possível privatização.

No momento das defesas antes da votação do PLE 032/2019, vários vereadores que foram parceiros do sindicato e dos trabalhadores nesta luta que dura quase um ano, especialmente os vereadores Robaina e Adeli Sell, manifestaram-se demonstrando domínio sobre o tema, obtido nas conversas com os diretores do sindicato e nas explanações do grupo de técnicos da companhia na audiência pública. Já o líder do governo, Mauro Pinheiro (PL), e a vereadora Mônica Leal (PP) se posicionaram a favor do projeto. Leal disse que o PLE  032/2019 garantiria uma constitucionalidade ao município, que estaria em desacordo com a legislação federal por contratar a PROCEMPA sem licitação, uma informação inverídica, pois a prefeitura é a acionista majoritária e existe legislação que permite esta contratação.

Após a derrota na votação, os vereadores Felipe Camozzato (NOVO) e Mendes Ribeiro (DEM) – que apenas votou contra o projeto por uma questão legal, defenderam a retomada do debate sobre o tema trazido pelo PLE 032/2019 no próximo ano. Camozzato novamente fez a afirmação inverídica de que a PROCEMPA tem o monopólio da TI e argumentou que os serviços da empresa são caros e com problemas de execução de prazos. Chegou ainda a dizer que o aumento do IPTU é para pagar os custos da máquina pública, inclusive a PROCEMPA! Ribeiro também falou que o serviço da empresa pública é contestado e que é necessário reduzir o gasto com a máquina pública, trabalhando com parceria público privada. Estas falas demonstram que a luta não acabou e que corremos o risco de ver este assunto voltar em 2021, a depender de quem for o eleito para governar nossa cidade.

 

200921votacao_procempa_3

 

O momento é de comemoração e agradecimentos pelos votos em defesa da PROCEMPA

Os vereadores que defenderam a PROCEMPA demonstraram responsabilidade com o patrimônio dos porto-alegrenses e compreenderam que a assessoria técnica fornecida pela empresa permite contratações de soluções de TI adequadas às necessidades da administração municipal, independentemente dessas soluções serem desenvolvidas pela própria PROCEMPA ou por empresas privadas.

A todos esses vereadores, o nosso agradecimento!

 

 

Vereadores que votaram contra o PLE 032/2019:

Adeli Sell (PT)
Airto Ferronato (PSB)
Aldacir Oliboni (PT)
Alvoni Medina (REP)
Cassiá Carpes (PP)
Cassio Trogildo (PTB)
Cláudia Araújo (PSD)
Dr. Goulart (PTB)
Engº Comassetto (PT)
Idenir Cecchim (MDB)
João Bosco Vaz (PDT)
João Carlos Nedel (PP)
José Freitas (REP)
Karen Santos (PSOL)
Luciano Marcantônio (PTB)
Marcelo Sgarbossa (PT)
Márcio Bins Ely (PDT)
Lourdes Sprenger (MDB)
Mauro Zacher (PDT)
Mendes Ribeiro (DEM)
Paulinho Motorista (PSB)
Professor Alex Fraga (PSOL)
Professor Wambert (PTB)
Roberto Robaina (PSOL)

 

 

A luta em defesa da PROCEMPA continua. Permanecemos atentos, informando a respeito da importância da empresa e combatendo os argumentos INVERÍDICOS utilizados para atacar a empresa e seus trabalhadores. A PROCEMPA faz parte da administração municipal indireta e sua contratação não contraria qualquer legislação. Os valores cobrados pela PROCEMPA são negociados com a prefeitura, consideram os valores de mercado e são inferiores aos praticados por empresas da iniciativa privada porque a empresa não visa lucro. A tradição, qualidade e inovação dos produtos e serviços oferecidos pela PROCEMPA já foi reconhecida inclusive em premiações nacionais. A valorização da empresa está alinhada com os interesses da população de Porto Alegre.

 

Tivemos uma importante vitória e devemos comemorar, mas não podemos baixar a guarda, pois a batalha irá prosseguir. Precisamos nos manter unidos e mobilizados em defesa da PROCEMPA pública e para o bem de Porto Alegre!

 

 

Sindppd/RS

 

sindppd

Ver todos os artigos de sindppd

Similar articles

A seção de comentários no site do Sindppd/RS quer incentivar o debate entre os trabalhadores de TI e o sindicato. Também é um canal de denúncias e informações. Portanto, NÃO SERÃO publicados comentários pornográficos, ofensivos a pessoas ou entidades e nem discriminatórios (racistas, homofóbicos, de gênero ou de classe); que contenham publicidade ou palavras de baixo calão; e nem comentários que façam afirmações caluniosas ou difamatórias, sem terem provas sobre o que está sendo dito. SOMENTE serão publicados comentários com endereços de emails válidos, os quais não serão divulgados.

Faça um comentário

Seu email não será publicado. *

Visite-nos

Rua Washington Luiz, 186 - Bairro Centro - Porto Alegre - RS - CEP 90010-460

Telefones do Sindppd/RS:
Geral - (0xx51) 3213-6100
Secretaria - (0xx51) 3213-6121/ 3213-6122
Tesouraria - (0xx51) 3213-6117

E-mail: secretariageral@sindppd-rs.org.br