PROCERGS – Empresa descumpre compromisso firmado para o fim da greve de 2019 e Acordo Coletivo vigente

0 59
image_pdfimage_print

 

Prezados colegas da PROCERGS,

uma situação inusitada e gravíssima está acontecendo em relação à garantia de validade do Acordo Coletivo (ACT), que permite a manutenção das cláusulas até assinatura de novo ACT.  A cláusula 95ª, que trata deste tema, foi elaborada em conjunto pela PGE, GAE, PROCERGS e Sindppd/RS, pois a garantia prevista no Acordo de 2018 precisou ser alterada naquele momento devido à decisão do órgão que registra os acordos coletivos (os ACT assinados agora não estão tendo este problema).

Conforme o acordado e assinado na Cláusula 95ª, o Sindppd/RS enviou no dia 29 de MAIO a pauta de reivindicações e, também, um documento com os termos do Aditivo já assinado e aguardamos a assinatura da PROCERGS. Fizemos várias cobranças, inclusive na ata da 1ª reunião com o novo setor chefiado pela Liliane em 17 de Junho (acesse a ata neste link http://www.sindppd-rs.org.br/procergs-relato-da-1a-reuniao-entre-ado-procergs-sindicato-e-ct-procergs/), pois o prazo para assinatura encerra nesta terça-feira, 30 de Junho. Na última sexta-feira, depois de várias cobranças a empresa enviou para assinatura um novo termo Aditivo prevendo TÃO SOMENTE A MANUTENÇÃO DA VIGÊNCIA POR 60 DIAS E NÃO ATÉ 30 DE JUNHO DE 2021 conforme prevê a cláusula do ACT.
 

Abaixo, divulgamos a cláusula conforme está no Acordo Coletivo:

Previsão CLÁUSULA NONAGÉSIMA QUINTA – ADITIVO

As partes se comprometem a firmar, a partir de 1 ° de maio de 2020, aditivo ao presente instrumento coletivo de trabalho, visando preservar os atos praticados sob a regência deste enquanto negociada a sua renovação, observados os limites legais.

 

 

É inadmissível que isso esteja acontecendo em plena pandemia e com os trabalhadores em home office produzindo muito para que a PROCERGS faça todas as entregas necessárias tanto em relação ao combate ao Coronavírus como as demandas normais para o Estado.

Se não tivermos o Aditivo assinado conforme foi compromisso feito em mesa de negociação e assinado no Acordo Coletivo, convocaremos uma assembleia com poder de deliberação para tomar todas as medidas, o mais breve possível, para tratar deste grave problema de responsabilidade da empresa.

Não permitiremos que coloquem em risco os direitos dos trabalhadores e, inclusive, as garantias legais para que a própria empresa possa continuar cumprindo as cláusulas do Acordo Coletivo até que possamos, em outro momento, ajustar um novo acordo.

Todos à luta!

 

CT PROCERGS e Sindppd/RS

 

sindppd

Ver todos os artigos de sindppd

Similar articles

A seção de comentários no site do Sindppd/RS quer incentivar o debate entre os trabalhadores de TI e o sindicato. Também é um canal de denúncias e informações. Portanto, NÃO SERÃO publicados comentários pornográficos, ofensivos a pessoas ou entidades e nem discriminatórios (racistas, homofóbicos, de gênero ou de classe); que contenham publicidade ou palavras de baixo calão; e nem comentários que façam afirmações caluniosas ou difamatórias, sem terem provas sobre o que está sendo dito. SOMENTE serão publicados comentários com endereços de emails válidos, os quais não serão divulgados.

Faça um comentário

Seu email não será publicado. *

Visite-nos

Rua Washington Luiz, 186 - Bairro Centro - Porto Alegre - RS - CEP 90010-460

Telefones do Sindppd/RS:
Geral - (0xx51) 3213-6100
Secretaria - (0xx51) 3213-6121/ 3213-6122
Tesouraria - (0xx51) 3213-6117

E-mail: secretariageral@sindppd-rs.org.br