PROCEMPA – Do Sul 21: Porto Alegre já poderia ter GPS nos ônibus, cercamento eletrônico e prontuário eletrônico integrado

0 87
image_pdfimage_print

 

Artigo da CT PROCEMPA e do Sindppd/RS publicado no portal de notícias Sul 21.

Ajude a divulgar!

É GREVE na PROCEMPA!

 

 

Porto Alegre já poderia ter GPS nos ônibus, cercamento eletrônico e prontuário eletrônico integrado (por CT Procempa e Sindppd-RS)


Empresa é o principal recurso tecnológico
de Porto Alegre. Divulgação

CT Procempa e Sindppd/RS (*)

Durante a campanha eleitoral, Nelson Marchezan Jr. falava em usar a tecnologia para aprimorar a gestão e combater alguns problemas da cidade. Prometia utilizar as câmeras e radares da cidade para o controle do roubo de veículos, a evolução da mobilidade urbana e um novo jeito de governar. Entretanto, desde que assumiu o comando da Capital, o gestor não conseguiu evoluir na utilização da estrutura tecnológica.

O principal recurso tecnológico de Porto Alegre é a empresa municipal de tecnologia, a Procempa, criada em 1977. Iniciativas inovadoras para as áreas de mobilidade urbana, saúde e segurança pública já estavam em desenvolvimento quando Marchezan assumiu, mas o prefeito não consegue ver a empresa como sua aliada na evolução da cidade.

O projeto do cercamento eletrônico da Capital, que utiliza as câmeras de segurança e radares para o reconhecimento das placas dos veículos e fornece diversos alertas como o de veículos roubados que entram, saem e transitam pelas ruas de Porto Alegre, não consegue avançar. Lançado em caráter de teste com as câmeras existentes, sem qualquer investimento adicional da Prefeitura, o sistema desenvolvido pela Procempa já detectou mais de 250 veículos roubados ou furtados, mas necessita de investimento para a instalação de câmeras adequadas em vias estratégicas que fazem parte da rota de fuga dos carros roubados na cidade. Enquanto Curitiba prepara uma licitação internacional estimada em R$ 35 milhões para aquisição de sistema semelhante, o investimento necessário em Porto Alegre está orçado em R$ 4 milhões pela Procempa.

O monitoramento da frota de ônibus da Capital por meio de GPS é outro sistema que já estava em desenvolvimento quando Marchezan assumiu. Por meio do sistema, os usuários poderiam verificar em tempo real qual a estimativa de chegada do próximo ônibus de sua linha à parada solicitada e a Prefeitura poderia controlar o cumprimento de horários e itinerários. Foram realizados testes com alguns fornecedores, mas as alternativas propostas pela Procempa novamente não conseguem avançar. O sistema proposto pelos técnicos da empresa pública de tecnologia permitiria o monitoramento dos ônibus por meio da utilização de rastreadores veiculares instalados nos veículos da frota da Capital, de smartphones dispostos em cada veículo ou até com a estrutura de rádios digitais instalada na cidade. O projeto não avança pela dificuldade do gestor municipal em valorizar os produtos da empresa.

Para a saúde dos porto-alegrenses, a empresa possui diversos sistemas, alguns deles premiados recentemente, utilizados para o gerenciamento de consultas, internações e controle de lotação dos hospitais municipais, por exemplo. Outro sistema importante para o acompanhamento da saúde é o prontuário eletrônico integrado, que permitiria aos agentes de saúde de qualquer unidade de atendimento do município visualizar o histórico do paciente em atendimento, podendo acompanhar alergias, exames e patologias previamente diagnosticadas. Trata-se de mais um benefício que poderia ser oferecido aos cidadãos da Capital caso a relação do chefe do Executivo com a estrutura municipal fosse mais sadia.

Durante a gestão do antigo Diretor Técnico, Michel Costa, foram realizados estudos para avaliar a competitividade da empresa em relação ao mercado corporativo. O estudo concluiu que o preço total dos serviços prestados pela empresa municipal é aproximadamente 50% abaixo do valor cobrado pela iniciativa privada. Desde o afastamento do Diretor Técnico em agosto do último ano, o cargo continua vago na Companhia, que mantém praticamente todos os serviços relacionados à tecnologia na cidade. Todo o acesso à internet e telefonia em toda a estrutura municipal, além de e-mail, sites, câmeras de segurança, rádios wifi gratuitos, semáforos, sistemas de arrecadação e gestão, segurança tecnológica e consultoria técnica especializada são prestados pela Companhia, que possui aproximadamente 360 empregados.

O aplicativo oficial da Capital, #EufacoPOA, disponível para sistemas Android e iOS, é desenvolvido e mantido pela Procempa. A empresa ainda possui capacidade de prestar seus serviços para outras cidades e clientes corporativos, gerando receita para a cidade, mas não houve interesse da gestão implantada por Marchezan.

 

(*) Comissão de Trabalhadores da Procempa e Sindppd/RS.

 

 

sindppd

Ver todos os artigos de sindppd

Similar articles

A seção de comentários no site do Sindppd/RS quer incentivar o debate entre os trabalhadores de TI e o sindicato. Também é um canal de denúncias e informações. Portanto, NÃO SERÃO publicados comentários pornográficos, ofensivos a pessoas ou entidades e nem discriminatórios (racistas, homofóbicos, de gênero ou de classe); que contenham publicidade ou palavras de baixo calão; e nem comentários que façam afirmações caluniosas ou difamatórias, sem terem provas sobre o que está sendo dito. SOMENTE serão publicados comentários com endereços de emails válidos, os quais não serão divulgados.

Faça um comentário

Seu email não será publicado. *

Visite-nos

Rua Washington Luiz, 186 - Bairro Centro - Porto Alegre - RS - CEP 90010-460

Telefones do Sindppd/RS:
Geral - (0xx51) 3213-6100
Secretaria - (0xx51) 3213-6121/ 3213-6122
Tesouraria - (0xx51) 3213-6117
Guias de Contribuição - (0xx51) 3213-6105

E-mail: secretariageral@sindppd-rs.org.br