PROCEMPA – Direção da PROCEMPA mantém intransigência sobre a mudança da sede. Trabalhadores reforçam luta em defesa da PROCEMPA em assembleia

0 64
image_pdfimage_print

 

Em reunião da representação dos trabalhadores com a direção da PROCEMPA sobre a mudança da sede, infelizmente a intransigência preponderou

Na tarde de ontem (28/07), os representantes do sindicato e da comissão de trabalhadores se reuniram com a direção da PROCEMPA para apresentar a proposta de uma comissão para tratar dos impactos em relação à mudança da sede. Nessa reunião, estiveram presentes pela direção da empresa a presidente Letícia; o diretor administrativo André, e outros representantes da gestão.

A representação dos trabalhadores levou um documento com as propostas sobre o tema da mudança da sede que foi aprovado, por ampla maioria, na assembleia realizada na última 4ª feira (27/07). Nesse documento, os trabalhadores propõem que seja criada uma comissão paritária para o levantamento de todas as questões que implicam na mudança de sede da empresa; que essa comissão verificasse, por meio de uma análise aprofundada, todos os detalhes; para que essa análise fosse base para a tomada de decisão sobre possibilidade de permanência na sede ou até de  mudança para o espaço indicado pelo governo.

A resposta da direção da empresa perante a proposta dos trabalhadores foi negativa, informando que não existe nenhuma possibilidade de ser revista a decisão de mudança de sede. Colocou que esta decisão já está tomada e que foi definida pelo prefeito Sebastião Melo, sendo corroborada pela gestão da empresa.

Não desistiremos e continuaremos na luta pela permanência dos trabalhadores na sede histórica da PROCEMPA!

 

 

Em assembleia representativa com a presença do ex-presidente da PROCEMPA, Mario Teza, o assunto foi a mudança da sede. Também foi aprovado um documento endereçado para a direção da PROCEMPA.

A assembleia dessa 4ª feira (27/07) iniciou com a fala de Mario Teza, que foi presidente da PROCEMPA num período histórico da companhia. Em sua gestão, a empresa se capacitou e contratou em torno de 100 trabalhadores, dando um salto fundamental no atendimento às necessidades da TI do município.

Mario fez um paralelo entre os acontecimentos da PROCEMPA com a situação do SERPRO e da PROCERGS, que enfrentam governos que também desprestigiam suas empresas públicas, mas que não tiveram a ousadia de desalojar os trabalhadores de suas sedes. Mexer na sede implica não só em perda de identidade e de um espaço reservado para a criação, mas também em riscos que deveriam ser dimensionados por meio de um apurado estudo de impacto e de um debate aprofundado com o corpo funcional. Afinal, a TI não é igual a qualquer outro trabalho e pressupõe uma ampla gama de condições. O caso da PROCEMPA é muito grave porque não há demanda técnica para a sua mudança ou, pior ainda, haveria a divisão da empresa onde parte ficaria na sede, e a outra parte seria deslocada para o centro da cidade.

Mario citou também que não está em debate o trabalho home office ou mesmo o trabalho híbrido, mas sim os profundos impactos que podem causar uma mudança como a que está sendo proposta. Outro tema de grande relevância é o fato de que a divisão da companhia pode ser permanente, pois não é recomendável tecnicamente e teria um custo gigantesco tirar a rede de fibra e o centro de dados do prédio da atual sede da empresa.

Após encerrar sua fala, o ex-presidente se retirou da assembleia, e os trabalhadores continuaram o debate. Foi muito questionado o fato de que até agora o único argumento usado pela gestão da empresa seja o de uma pretensa economia e nenhum estudo técnico tenha sido apresentado.

Ao final da assembleia, foi debatido e consolidado um documento que foi apresentado ontem (28/07) à direção da PROCEMPA, em que os trabalhadores solicitam a constituição de uma comissão da direção da empresa e dos trabalhadores para debater a mudança da sede, os impactos de tal medida e a construção de alternativas. Este documento foi aprovado pela ampla maioria dos presentes e foi entregue para a empresa em reunião nessa 5ª feira.

A luta em defesa dos nossos direitos e da PROCEMPA Pública continua!

 

CT PROCEMPA e Sindppd/RS

 

sindppd

Ver todos os artigos de sindppd

Similar articles

A seção de comentários no site do Sindppd/RS quer incentivar o debate entre os trabalhadores de TI e o sindicato. Também é um canal de denúncias e informações. Portanto, NÃO SERÃO publicados comentários pornográficos, ofensivos a pessoas ou entidades e nem discriminatórios (racistas, homofóbicos, de gênero ou de classe); que contenham publicidade ou palavras de baixo calão; e nem comentários que façam afirmações caluniosas ou difamatórias, sem terem provas sobre o que está sendo dito. SOMENTE serão publicados comentários com endereços de emails válidos, os quais não serão divulgados.

Faça um comentário

Seu email não será publicado. *

Visite-nos

Rua Washington Luiz, 186 - Bairro Centro - Porto Alegre - RS - CEP 90010-460

Telefones do Sindppd/RS:
Geral - (0xx51) 3213-6100
Secretaria - (0xx51) 3213-6121/ 3213-6122
Tesouraria - (0xx51) 3213-6117

E-mail: secretariageral@sindppd-rs.org.br