faixa_GREVE GERAL 14 de junho_contra a reforma da previdencia_DESTAQUE

Nesta 6ª feira, é GREVE GERAL no país e na TI contra a Reforma da Previdência! Veja mais informações

2 183
image_pdfimage_print

 
À luta em defesa da aposentadoria e dos nossos direitos, colegas da TI! A hora é agora!

 

Nesta 6ª feira (14 de Junho), teremos a GREVE GERAL CONTRA A REFORMA DA PREVIDÊNCIA convocada pelas centrais sindicais e que já conta com adesões de centenas de sindicatos em todo o país. A nossa categoria deliberou pela adesão à greve na assembleia geral realizada na 2ª feira (10/06), no Sindppd/RS. Durante a semana, realizamos assembleias no SERPRO, PROCERGS e PROCEMPA que referendaram a decisão já tomada.

AMANHÃ (14/06), o Sindppd/RS estará concentrado em frente ao SERPRO, à PROCERGS e à PROCEMPA desde cedo da manhã. Às 10h, convocamos a todas e todos da TI que irão parar a estar presente na frente da PROCERGS. Às 17h terá o ATO PÚBLICO na Esquina Democrática, no centro de Porto Alegre (RS). O Sindppd/RS estará no ato com bandeiras e faixas para melhor ser localizado. Participe!

 

 

ORIENTAÇÕES LEGAIS SOBRE A GREVE GERAL DE 14 DE JUNHO

O direito à greve é garantido pela legislação trabalhista e pela Constituição Federal. Conforme a Lei de Greve, notificamos a decisão de nossa assembleia geral às empresas e ao SEPRORGS (sindicato patronal) por meio do Comunicado de Greve publicado na terça-feira (11/06) no jornal Correio do Povo (foto do apedido abaixo).

Nenhum trabalhador poderá ser demitido em decorrência da adesão à GREVE. Também é proibido qualquer tipo de coação (formal ou informal), por parte das chefias ou das empresas, obrigando o empregado a trabalhar ou ameaçando com demissão. Se alguma empresa fizer desconto do dia da GREVE GERAL, faça contato com o sindicato para buscarmos negociação ou ação judicial, se for necessário.

 

Colega da TI: o momento de lutarmos pelas nossas aposentadorias e os nossos direitos é AGORA. O prejuízo que nós, trabalhadores, teremos com a perda dos nossos direitos, conquistados com muita luta pelas gerações passadas, é bem maior que possíveis perdas financeiras. E dificilmente esses direitos serão recuperados.

Caso sofra algum tipo de coação na empresa em que trabalhas, desconto indevido ou qualquer outra questão em que tenhas dúvidas nesta 6ª feira da GREVE GERAL, entre em contato com o Sindppd/RS pelo telefone (51) 3213-6100 ou pelo e-mail secretariageral@sindppd-rs.org.br

 

 

Comunicado para Impressão.cdr

 

 

 

DIREITOS QUE A REFORMA DA PREVIDÊNCIA IRÁ MEXER

# Acaba com a aposentadoria por tempo de contribuição, como é hoje;

# A idade mínima para os homens sobe para 65 anos e, para as mulheres, para 62 anos;

# Eleva para 20 anos o tempo mínimo exigido para se aposentar (hoje, são 15 anos);

# Aposentadoria no valor INTEGRAL do benefício, só com 40 anos de contribuição;

# Acaba com o princípio de solidariedade da Previdência e institui a CAPITALIZAÇÃO: o trabalhador depositará 10% do salário em conta individual, sem contribuição dos patrões e do governo (como é hoje). Essa poupança será administrada por um banco, sem qualquer garantia, e que ainda poderá aplicar nosso dinheiro em operações de risco no mercado financeiro. Diversos países que adotaram a CAPITALIZAÇÃO já voltaram atrás porque não deu certo:  https://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2019/05/28/reforma-previdencia-capitalizacao-estudo-oit.htm?fbclid=IwAR1O28CwOKduoHU6Ag9T2xriq4jPBHW6zZR4MaIsqZvGRZuQzhdmqYhoeYE&cmpid=copiaecola

# Valor da pensão por morte será reduzido para 60% e não poderá acumular com a aposentadoria. Trabalhador terá que optar por algum dos dois;

# O Benefício da Prestação Continuada (BPC) será reduzido para R$ 400,00. No sistema atual da Previdência, o valor é de 1 salário mínimo (R$ 998,00)

# Trabalhador já aposentado: reforma acaba com a multa dos 40% do FGTS quando o trabalhador aposentado que está na ativa for demitido

# Valor da aposentadoria deixará de ser reajustado automático e anualmente pela inflação. Benefício será reajustado apenas quando o governo quiser.

 

REFORMA DA PREVIDÊNCIA TAMBÉM NÃO ACABARÁ COM PRIVILÉGIOS, pois os militares e e a alta cúpula do Judiciário não terão perdas. Em relação aos políticos, a proposta apenas irá alterar a aposentadoria dos futuros, mantendo dos que já são e que já recebem altíssimos salários.

À luta, colegas da TI!

 

 

 

Abaixo, fotos das assembleias que ocorrera nesta semana na PROCEMPA, no SERPRO e na PROCERGS. Nesta quinta (13/06), fizemos panfletagem aos colegas do TECNOPUC sobre a campanha salarial e a GREVE GERAL. CLIQUE AQUI para ver o panfleto

 

190611procempa_assembleia greve geral_1190611procempa_assembleia greve geral_2Procempa. Fotos de Carlos Osório

190611serpro_assembleia greve geral_190611procergs_assembleia greve geral_

Serpro (à esquerda) e Procergs (à direita)

 

 

 

GREVE GERAL CONTRA A REFORMA DA PREVIDÊNCIA
Nesta 6ª feira (14 de Junho)
Manhã: concentração desde cedo na PROCERGS, SERPRO e PROCEMPA. A partir das 10h, todos na PROCERGS
Tarde: a partir das 17h, concentração e ATO PÚBLICO na Esquina Democrática, centro de Porto Alegre

 

 

 

Sindppd/RS

 

sindppd

Ver todos os artigos de sindppd

Similar articles

A seção de comentários no site do Sindppd/RS quer incentivar o debate entre os trabalhadores de TI e o sindicato. Também é um canal de denúncias e informações. Portanto, NÃO SERÃO publicados comentários pornográficos, ofensivos a pessoas ou entidades e nem discriminatórios (racistas, homofóbicos, de gênero ou de classe); que contenham publicidade ou palavras de baixo calão; e nem comentários que façam afirmações caluniosas ou difamatórias, sem terem provas sobre o que está sendo dito. SOMENTE serão publicados comentários com endereços de emails válidos, os quais não serão divulgados.

2 Comentários

  1. Pablo Borges 14 junho, 2019 - 12:24 à 12:24

    Trabalham com TI e não sabem fazer conta? Não sabem que a Previdência está falida?

Faça um comentário

Seu email não será publicado. *

Visite-nos

Rua Washington Luiz, 186 - Bairro Centro - Porto Alegre - RS - CEP 90010-460

Telefones do Sindppd/RS:
Geral - (0xx51) 3213-6100
Secretaria - (0xx51) 3213-6121/ 3213-6122
Tesouraria - (0xx51) 3213-6117

E-mail: secretariageral@sindppd-rs.org.br