210721assembleia_PROCEMPA_final da greve_DESTAQUE

Lições de duas longas GREVES: a solidariedade entre os trabalhadores foi determinante nas greves da PROCEMPA e da PROCERGS

0 123
image_pdfimage_print

 

Além da força e da resistência dos trabalhadores, as GREVES da PROCEMPA e da PROCERGS ficaram marcadas pela SOLIDARIEDADE de classe. Esta é uma característica histórica dos TRABALHADORES, que não têm nada além de sua força de trabalho, ou seja, dos seus corpos, sua energia e suas mentes/ conhecimentos para trocar por um salário para sobreviver e sustentar suas famílias. Nas GREVES das duas empresas, ocorreu corte no pagamento dos benefícios e de salários.

Ninguém vive sozinho e isolado, sem precisar do outro. E quando os TRABALHADORES vão à luta por seus direitos, a união e a ajuda do coletivo são ainda mais vitais para que consigamos resistir aos ataques dos governos e dos empresários. Mas foi nessas duas longas GREVES por direitos e em defesa das empresas que a solidariedade foi decisiva.

A GREVE da PROCEMPA durou 56 dias e a da PROCERGS, 53 dias. Ambos os governos, Leite e Melo, que se dizem  do diálogo, desrespeitaram a Lei de Greve e cortaram os salários e benefícios dos funcionários paralisados para pressionar pelo fim da GREVE. Foi uma atitude ILEGAL e ANTISSINDICAL, que denunciamos à Justiça. No caso da PROCERGS, ganhamos uma liminar que garantiu o pagamento dos salários, mas não dos benefícios. Já em relação à PROCEMPA, a Justiça fez vistas grossas e não quis comprar esta briga para que a prefeitura simplesmente cumprisse a lei e pagasse os salários e os benefícios.

Sem largar a mão de ninguém, os trabalhadores arrecadaram dinheiro entre os próprios grevistas. Os valores arrecadados com o caixinha foram organizados pelo sindicato para cobrir os tíquetes e os salários cortados dos colegas que não tinham como esperar até o final da GREVE para receberem de volta.

Fica o aprendizado de como lidar com governos que se utilizam de projetos ultraliberais para destruir os serviços e as empresas públicas, mas tratam os empresários como “lordes”. Eles apostam na derrota da organização dos trabalhadores, mas na situação da PROCEMPA e da PROCERGS se deram mal porque a vontade de lutar foi mais forte e derrotou a arrogância e a intransigência dos governos Leite e Melo. Somos exemplos para outras categorias de como é possível lutar, mesmo num momento difícil em que os governos se utilizam da crise sanitária e econômica para destruir as empresas e a luta dos trabalhadores.

A lição que fica é de que a resistência, quando se constrói de baixo pra cima, é capaz de mover obstáculos que parecem, muitas vezes, intransponíveis.


Viva a luta e a resistência dos trabalhadores em defesa dos seus direitos e das empresas públicas! PROCERGS e PROCEMPA são exemplos de TI pública para o país!

 

Foto de destaque: Sala virtual do final da GREVE da PROCEMPA


Sindppd/RS

sindppd

Ver todos os artigos de sindppd

Similar articles

A seção de comentários no site do Sindppd/RS quer incentivar o debate entre os trabalhadores de TI e o sindicato. Também é um canal de denúncias e informações. Portanto, NÃO SERÃO publicados comentários pornográficos, ofensivos a pessoas ou entidades e nem discriminatórios (racistas, homofóbicos, de gênero ou de classe); que contenham publicidade ou palavras de baixo calão; e nem comentários que façam afirmações caluniosas ou difamatórias, sem terem provas sobre o que está sendo dito. SOMENTE serão publicados comentários com endereços de emails válidos, os quais não serão divulgados.

Faça um comentário

Seu email não será publicado. *

Visite-nos

Rua Washington Luiz, 186 - Bairro Centro - Porto Alegre - RS - CEP 90010-460

Telefones do Sindppd/RS:
Geral - (0xx51) 3213-6100
Secretaria - (0xx51) 3213-6121/ 3213-6122
Tesouraria - (0xx51) 3213-6117

E-mail: secretariageral@sindppd-rs.org.br