faixa_greve geral_DESTAQUE

GREVE GERAL: Empresas tentam intimidar trabalhadores com desconto. Não vamos ceder!

0 815
image_pdfimage_print

 

Nada de novo. Como sempre acontece, empresas públicas e privadas estão tentando intimidar os trabalhadores da TI a não aderirem à GREVE GERAL deste 28 de Abril. A principal ameaça é com o desconto do dia parado.

 

 

A GREVE GERAL desta sexta-feira é legal e legítima. Além das razões que motivam esta greve, que por si só justificariam as mobilizações dos trabalhadores, o Sindppd/RS tomou TODAS AS MEDIDAS LEGAIS exigidas pela LEI DE GREVE:

1) Fizemos assembleias com deliberações nas empresas de TI;

2) Publicamos o edital em jornal de grande circulação no RS dentro do prazo exigido pela legislação

3) Notificamos as empresas sobre a deliberação da GREVE GERAL na nossa categoria de TI

 

 

 

LEI TAMBÉM DEVE SER RESPEITADA PELAS EMPRESAS E PELOS GOVERNOS

Assim como os trabalhadores precisam seguir o rito da LEI DE GREVE para exercer seu direito LEGÍTIMO de protesto e de manifestação, as empresas de TI devem cumprir com a legislação. Os acordos coletivos das empresas públicas e a Convenção Coletiva (CCT) do setor privado vigentes trazem garantias aos trabalhadores, desde código de greve no ponto até formas de compensação.

Além disso, o direito à GREVE é garantido pela Constituição Federal brasileira e internacionalmente, por meio de convenções da OIT (Organização Internacional do Trabalho). O MPT (Ministério Público do Trabalho) divulgou um comunicado oficial para “lembrar” disso frente à GREVE GERAL convocada para esta SEXTA-FEIRA, 28 de Abril. Divulgamos no final do texto.

 

 

NÃO ADIANTA NOS AMEAÇAR. É GREVE GERAL EM DEFESA DOS NOSSOS DIREITOS!

Independente disso colega da TI, não se deixe intimidar e nem ser pressionado. As  empresas privadas que ameaçam com desconto são as mesmas que sequer repassaram as perdas com a inflação nos salários e nos benefícios dos trabalhadores. Reajustar pelo INPC é o MÍNIMO que as empresas e o SEPRORGS (sindicato patronal) deveriam pagar aos trabalhadores, mas nem isso querem.

Os governos e as direções das empresas públicas que ameaçam os trabalhadores ou tentam furar a greve com contratação de transporte pelo Uber, Cabify ou 99 Táxis são os mesmos que gastam milhões com cargos de confiança com altos salários e benefícios e que estão envolvidos com desvio do dinheiro público, que é do povo, para uso pessoal ou alimentar esquemas de corrupção com empresas privadas.

O que temos certo é que o cada um poderá perder financeiramente neste DIA DE LUTA é bem menos do que todos os trabalhadores perderão com as reformas.

É o futuro de cada um de nós, de nossos familiares e de amigos que está em jogo!

 

 

 

NOTA_MPT_direito a GREVE GERAL

 

 

 

ESTA SEXTA-FEIRA, 28 DE ABRIL, É GREVE GERAL!

À luta!

 

 

Sindppd/RS

 

sindppd

Ver todos os artigos de sindppd

Similar articles

A seção de comentários no site do Sindppd/RS quer incentivar o debate entre os trabalhadores de TI e o sindicato. Também é um canal de denúncias e informações. Portanto, NÃO SERÃO publicados comentários pornográficos, ofensivos a pessoas ou entidades e nem discriminatórios (racistas, homofóbicos, de gênero ou de classe); que contenham publicidade ou palavras de baixo calão; e nem comentários que façam afirmações caluniosas ou difamatórias, sem terem provas sobre o que está sendo dito. SOMENTE serão publicados comentários com endereços de emails válidos, os quais não serão divulgados.

Faça um comentário

Seu email não será publicado. *

Visite-nos

Rua Washington Luiz, 186 - Bairro Centro - Porto Alegre - RS - CEP 90010-460

Telefones do Sindppd/RS:
Geral - (0xx51) 3213-6100
Secretaria - (0xx51) 3213-6121/ 3213-6122
Tesouraria - (0xx51) 3213-6117

E-mail: secretariageral@sindppd-rs.org.br