WhatsApp Image 2022-08-25 at 10.09.23

Greve do Serpro: mobilizações na frente dos prédios em todo o país pressionam por reposição integral e renovação do ACT

0 106
image_pdfimage_print

 

Trabalhadores e trabalhadoras grevistas do SERPRO fizeram, desta 5ª feira (25/08), um dia nacional de mobilização nas regionais pelo país. Na parte da manhã, ocorreram concentrações em frente aos prédios da empresa em Belém (PA), Salvador (BA), Fortaleza (CE), Recife (PE), Brasília e Porto Alegre (RS). À tarde, foi a vez dos colegas do Rio de Janeiro (RJ) e Curitiba (PR). Fotos no final do post

GREVE completou duas semanas ontem (24/08). Com a força da paralisação, a categoria conseguiu que a direção da empresa e o governo federal aumentassem a proposta de reposição da inflação nos salários e nos benefícios dos iniciais 6,06% para 7,28%, que representa apenas 60% do IPCA (medido em 12,13% para a data-base 1º de Maio), e também a retroatividade à Maio. Os trabalhadores e as trabalhadoras também conquistaram a renovação de grande parte das cláusulas do ACT (Acordo Coletivo), incluindo a Cláusula 64ª: auxílio a filho com deficiência.

No entanto, a proposta é insuficiente porque não repõe, na íntegra, a desvalorização que tivemos em nossos ganhos com a inflação. A direção da empresa também não garantiu a renovação de duas cláusulas muito importantes para a categoria: Cláusula 54ª – adicional por tempo de serviço e Cláusula 61ª – licença prêmio, que seguem pendentes.

Nossa luta continua! Exigimos reajuste INTEGRAL dos salários e dos benefícios pela inflação e a renovação de TODO o nosso ACT! O SERPRO tem dinheiro em caixa, acumulado inclusive com o arrocho que tem imposto aos nossos ganhos, que desde 2016 não recebem a reposição integral da inflação. Nós já acumulamos 18% de perdas de lá para cá! 

Queremos nossos direitos, SERPRO! É grave, é GREVE!

 

Comando Nacional de GREVE se prepara para entrar com dissídio coletivo. Precisamos fortalecer a GREVE!

O Comando Nacional de GREVE, composto pelos sindicatos da FNI e FENADADOS e seus sindicatos filiados, se preparam para ingressar com dissídio coletivo junto ao TST (Tribunal Superior do Trabalho) nas próximas horas. Este é mais um passo que tomamos na nossa luta, mas não o fim dela, colegas!

Mesmo entrando com dissídio, precisamos manter a GREVE FORTE para que o tribunal marque a reunião de conciliação e, se não houver acordo, que aconteça o julgamento. Por isso, colegas, venham para a GREVE. Todo dia temos adesões de mais trabalhadores e trabalhadoras no nosso movimento, e quem está na GREVE não tem nenhum motivo para desistir.

Precisamos de VOCÊ na GREVE pelo reajuste dos nossos ganhos e pela defesa do Acordo Coletivo e dos nossos direitos. Somente fortes e mobilizados poderemos avançar em outras pautas importantes como a formalização do trabalho remoto para todos os trabalhadores, PPR e, ainda, contra a privatização do SERPRO, que segue na ordem do dia!

A hora de vir pra luta é AGORA!

 

Direção do SERPRO ameaça com desconto dos dias da GREVE e insiste em contingência, mas não traz solução

Os sindicatos continuam recebendo pedidos de contingência e avaliando se realmente se tratam de serviços essenciais. Qualquer contingência deve ser negociada entre empresa e sindicatos, nunca diretamente com os trabalhadores.

MEDO não garante nossos salários reajustados e direitos. Tudo o que temos foi conquistado COM LUTA. Somente juntos na luta e na GREVE é que conseguimos nos defender.

Nesta 6ª feira (26/08), das 9h às 11h, estaremos todos unidos na SALA DA GREVE. Participe. Vem pra GREVE!

 

Fotos das mobilizações nos estados:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Sindppd/RS e Sindpd/SC/ FNI; FENADADOS e sindicatos filiados

*Post alterado em 26/08/2022, às 17h16min, para inserir foto da mobilização em Minas Gerais

 

Tagged with: , , ,
sindppd

Ver todos os artigos de sindppd

Similar articles

A seção de comentários no site do Sindppd/RS quer incentivar o debate entre os trabalhadores de TI e o sindicato. Também é um canal de denúncias e informações. Portanto, NÃO SERÃO publicados comentários pornográficos, ofensivos a pessoas ou entidades e nem discriminatórios (racistas, homofóbicos, de gênero ou de classe); que contenham publicidade ou palavras de baixo calão; e nem comentários que façam afirmações caluniosas ou difamatórias, sem terem provas sobre o que está sendo dito. SOMENTE serão publicados comentários com endereços de emails válidos, os quais não serão divulgados.

Faça um comentário

Seu email não será publicado. *

Visite-nos

Rua Washington Luiz, 186 - Bairro Centro - Porto Alegre - RS - CEP 90010-460

Telefones do Sindppd/RS:
Geral - (0xx51) 3213-6100
Secretaria - (0xx51) 3213-6121/ 3213-6122
Tesouraria - (0xx51) 3213-6117

E-mail: secretariageral@sindppd-rs.org.br