Contribuição Assistencial: Oposição ao desconto é assunto dos TRABALHADORES e não das empresas

2 415
image_pdfimage_print

 

Durante o prazo de oposição à CONTRIBUIÇÃO ASSISTENCIAL neste ano, o Sindppd/RS recebeu cartas de trabalhadores enviadas em ENVELOPES TIMBRADOS DA EMPRESA EM QUE TRABALHAM. Numa situação específica, vários envelopes de uma mesma empresa foram redigidos por uma única pessoa, mesmo sendo de remetentes diferentes.

O sindicato denunciou esta situação no seguinte post: http://www.sindppd-rs.org.br/setor-privado-desconto-assistencial-do-setor-privado-trabalhador-e-preciso-entender-o-que-esta-em-jogo-as-empresas-ja-sabem-faz-tempo-contribua-com-o-sindicato/, citando algumas empresas envolvidas. Após um curto período da matéria ter sido disponibilizada no site, duas dessas empresas fizeram pedido de retratação e enviaram notificação extrajudicial , os quais foram acatados pelo Sindppd/RS para evitar custos desnecessários com ações judiciais.

No entanto, chamou a atenção que em ambos os documentos remetidos ao sindicato, as empresas argumentaram que “apenas” orientaram os trabalhadores a observarem o prazo e as condições para se oporem ao desconto assistencial. O prazo para oposição à contribuição foi de 6 DIAS ÚTEIS e amplamente divulgado em nossas redes sociais. Concedemos, ainda, a possibilidade de os trabalhadores de Porto Alegre e região metropolitana enviarem suas cartas pelos CORREIOS, já que muitos colegas reclamaram, em anos anteriores, que não conseguiam se deslocar até a sede do sindicato.

Afinal, acreditamos que são os TRABALHADORES que devem decidir, por livre e espontânea vontade, e a partir de suas consciências, se devem ou não contribuir financeiramente ao Sindppd/RS. Sugerimos que as empresas se dediquem em dar aumento salarial e nos benefícios, melhorar as condições de trabalho e reduzir a jornada para 40h semanais com o MESMO EMPENHO em que se preocupam em divulgar o prazo da contribuição assistencial ao sindicato.

 

 

 
ORGANIZAÇÃO SINDICAL é um direito dos TRABALHADORES. Vem para o Sindppd/RS, colega da TI!

Cabe ao Sindppd/RS organizar os trabalhadores da TI aqui no RS, consultando e divulgando as informações à toda a categoria. A contribuição assistencial ao sindicato, bem como os prazos e a forma de oposição, são de interesse do Sindppd/RS e dos TRABALHADORES da TI.

Avisar os trabalhadores sobre os prazos de oposição não é um procedimento comum nas empresas de TI: SERPRO, PROCEMPA, PROCERGS, DATAPREV e BB TECNOLOGIA, no setor público, nunca fizeram este tipo de comunicado porque justamente se trata de questão sindical entre o Sindppd/RS e os trabalhadores. Também não temos notícia de ocorrência desse tipo na DBServer e nem no TERRA, empresas do Setor Privado em que fechamos acordo em separado recentemente.

As empresas também têm seu sindicato, que é o SEPRORGS. É a ele que devem se direcionar e se retratar sobre questões sindicais. A relação entre o Sindppd/RS e os TRABALHADORES DA TI é apenas entre eles e não inclui as empresas. Vale lembrar que as empresas irão pagar a contribuição assistencial ao sindicato patronal, o SEPRORGS, sem direito à oposição, e o nosso sindicato NUNCA se envolveu nesta seara. No entanto, as empresas se sentem no direito de meter a colher na contribuição dos trabalhadores ao seu sindicato. E, infelizmente, alguns colegas não têm tido consciência da importância do Sindppd/RS, especialmente num momento tão grave de retirada de direitos dos trabalhadores por parte dos governos e empresários.

Que este fato também sirva para os TRABALHADORES refletirem sobre a importância da organização da nossa categoria, de forma independente de governos e das empresas. Apenas assim conseguiremos estar fortes para resistir à retirada de direitos pelos empresários e para exigir melhores salários e condições de trabalho. Afinal, quando bate a crise e os lucros diminuem, é nos direitos e nos salários dos trabalhadores que as empresas e os governos querem mexer.

 

É nós por nós, colegas da TI! Venham com o Sindppd/RS! Sindicalizem-se ao sindicato, veja como >> http://www.sindppd-rs.org.br/sindicato-forte-e-o-que-tem-os-trabalhadores-junto-sindicalize-se-ao-sindppdrs/

 

 

 

À luta,
Sindppd/RS

 

sindppd

Ver todos os artigos de sindppd

Similar articles

A seção de comentários no site do Sindppd/RS quer incentivar o debate entre os trabalhadores de TI e o sindicato. Também é um canal de denúncias e informações. Portanto, NÃO SERÃO publicados comentários pornográficos, ofensivos a pessoas ou entidades e nem discriminatórios (racistas, homofóbicos, de gênero ou de classe); que contenham publicidade ou palavras de baixo calão; e nem comentários que façam afirmações caluniosas ou difamatórias, sem terem provas sobre o que está sendo dito. SOMENTE serão publicados comentários com endereços de emails válidos, os quais não serão divulgados.

2 Comentários

  1. samuel 26 dezembro, 2018 - 14:03 à 14:03

    Com sinceridade, qual o problema da empresa lembrar e avisar os funcionários?
    A reclamação existe somente por que vocês se sentem lesados financeiramente. Acreditam que se a empresa se calar, os funcionários esquecem e eventualmente serão descontados o valor do sindicato.
    Se ele entregou, se ele enviou pelo correio, se foi a senhora do RH com 250 cartas de todos os funcionários pedindo para não pagarem o desconto, o funcionário quis, assinou o papel…. Então, parem de tentar criar polemica.

    • sindppd 26 dezembro, 2018 - 15:48 à 15:48

      Samuel,

      expusemos claramente no texto os motivos. Se não entendestes, sugerimos se colocar na posição trabalhador e ler novamente. Podes não concordar, o que é outra coisa, mas para entender, basta ler novamente. Trabalhador é independente das empresas e não uma continuidade delas. O sindicato de trabalhadores se reporta e organiza os trabalhadores e não as empresas, cuja maior parte delas, inclusive, se colocam contrárias aos interesses dos trabalhadores nas negociações salariais e querendo retirar direitos. A referência dos trabalhadores é o Sindppd/RS; para se opor ao desconto assistencial bastava entrar no site do sindicato, onde foi amplamente divulgado.

      Não estamos “tentando criar polêmica”, mas sim expondo as diferenças e a necessidade de contribuir com o sindicato dos trabalhadores, justamente para termos uma organização forte para manter e reivindicar nossos direitos.

      Estamos chamando os trabalhadores a fazerem uma reflexão crítica e se posicionarem para lutarem por seus direitos desde já. Reclamar do sindicato só quando a campanha salarial demora e fecha com reajuste baixo não adianta. Aliás, com todo o respeito, aí muitos colegas se lembram do Sindppd/RS e do nosso site para reclamar. Pois achamos que os trabalhadores devem se lembrar do sindicato em várias outras ocasiões, especialmente para se organizar e conseguir fechar campanhas salariais mais vantajosas.

      Quanto mais dispersos e desunidos formos, mais as empresas que se negam a dividir com os trabalhadores os seus lucros, ganharão com isso.

      Att. e à luta,
      Sindppd/RS

Faça um comentário

Seu email não será publicado. *

Visite-nos

Rua Washington Luiz, 186 - Bairro Centro - Porto Alegre - RS - CEP 90010-460

Telefones do Sindppd/RS:
Geral - (0xx51) 3213-6100
Secretaria - (0xx51) 3213-6121/ 3213-6122
Tesouraria - (0xx51) 3213-6117

E-mail: secretariageral@sindppd-rs.org.br