180924assembleia_procergs_DESTAQUE

Com luta e resistência, trabalhadores da Procergs mantêm direitos e arrancam INPC

0 628
image_pdfimage_print

 

Às vésperas da deflagração da greve, cerca de 300 trabalhadores da PROCERGS estiveram presentes na assembleia dessa segunda-feira (24/09) e aprovaram, por ampla maioria, a última proposta do GAE/ empresa para fechamento da Campanha Salarial 2018/2019. Com a decisão, a categoria manteve os direitos do ACT (Acordo Coletivo), que estavam sendo duramente atacados pelo governo estadual e pela direção da PROCERGS. Também conquistou REAJUSTE SALARIAL E DOS BENEFÍCIOS pelo INPC (3,53%), sendo que a metade deste percentual não terá retroativos à data-base (1º de Julho) nos salários.

Em relação às horas paradas das mobilizações, que no limite podem totalizar 9h, a assembleia aceitou a melhor proposta que as representações dos trabalhadores (CT e Sindppd/RS) conseguiram negociar com a direção da PROCERGS: METADE das horas (50%) serão abonadas e a OUTRA METADE precisará ser compensada pelos colegas. Não foi estipulado prazo para pagamento dessas horas, o que deverá ser visto mais para frente.

A força da mobilização, e também como parte dos reflexos da poderosa greve de 2017, saímos sem perdas significativas e conquistamos a reposição pelo INPC nos salários e benefícios. É importante que os trabalhadores da PROCERGS sejam lembrados pela RESISTÊNCIA nesses quatro anos de Governo Sartori, em que as empresas e os funcionários públicos foram duramente atacados em direitos e salários.

 

180924assembleia_procergs_1180924assembleia_procergs_2

 

 

 

TRABALHADORES APROVAM, DE FORMA COLETIVA, O DESCONTO ASSISTENCIAL DE 1,5% AO SINDPPD/RS, E ALTERAÇÕES NA COMISSÃO DO PPR

Os trabalhadores presentes na assembleia deliberaram, junto com o ACT (Acordo Coletivo de Trabalho), pelo DESCONTO ASSISTENCIAL de 1,5% dos salários de cada um e de cada uma para ajudar o Sindppd/RS a custear os gastos que tivemos com a Campanha Salarial 2018/2019 e com a manutenção da infraestrutura, que tem garantido as nossas lutas e a manutenção de importantes direitos. A cobrança do valor será feita em parcela ÚNICA na Folha de Pagamento de Outubro. Será aberto prazo de oposição ao desconto, para que os trabalhadores que não quiserem contribuir se manifestem. O período será divulgado no site e por e-mail pelo Sindppd/RS em breve. Mas fazemos um apelo especial a TODOS E TODAS: o desconto assistencial é fundamental para manter o sindicato operante, sem ele essas conquistas dificilmente se concretizariam; NÃO se oponha e ajude a fortalecer o sindicato e a luta dos trabalhadores da PROCERGS.

Os colegas também aprovaram por quase unanimidade (uma única abstenção entre os presentes) as seguintes alterações na constituição e mandato para a Comissão do PPR, sugeridas na assembleia por trabalhadores da atual representação dos funcionários na comissão mista: alteração na formação da comissão representativa dos funcionários para 4 titulares e 2 suplentes; e nos mandatos da comissão, sendo o próximo mandato de um ano e meio, e os seguintes com duração de 2 anos (hoje, a duração é 1 ano). Lembrando que o PPR hoje é um importante componente salarial dos trabalhadores e tem trazido resultados positivos, tanto é que agora em Outubro teremos pra receber os resultados do programa de PPR 2018/1.

 

180924assembleia_procergs_3180924assembleia_procergs_4

 

 

 

UNIDOS E NA LUTA, trabalhadores da PROCERGS resistiram à retirada de direitos

A Campanha Salarial 2018/2019 foi bastante intensa e apenas avançou porque os trabalhadores se uniram e se mobilizaram. Logo no início, o governo estadual (GAE) e a direção da PROCERGS apresentaram uma pauta em que mexiam em mais de 30 cláusulas do ACT (Acordo Coletivo de Trabalho), retirando direitos importantes conquistados pela categoria. Também não garantiam a reposição da inflação nos salários e nos benefícios.

Frente ao que já vinha ocorrendo em outras categorias desde a implementação da Reforma Trabalhista no início deste ano, a CT e o sindicato alertaram os colegas de que a peleia seria grande, pois os governos e empresários estavam atacando os direitos. E os trabalhadores entenderam. Com assembleias participativas desde a abertura da campanha salarial, a categoria fincou pé na manutenção do Acordo Coletivo e exigiu as perdas com a inflação, que é o MÍNIMO que a PROCERGS deveria repassar. Foi aprovado um calendário com mobilizações recorrentes, as quais também tiveram bastante participação, e a convocação de greve por tempo indeterminado caso não ocorressem avanços nas negociações.

Nem mesmo a tentativa do governo e da direção da PROCERGS em nos dividir, ao propor alterações que atingiam apenas os colegas aposentados e que enfraquecia a cláusula de representação sindical, deu certo. UNIDOS e coesos, os colegas resistiram a todos os ataques. E foi essa união que nos deixou fortes!

Na mesma sintonia estiveram a CT PROCERGS e o Sindppd/RS, que convocaram os colegas, ajudaram a organizar o movimento e defenderam nossos interesses nas mesas de negociação até o último minuto. Último mesmo, pois não iniciaram a assembleia dessa segunda-feira (24/09) até negociarem as horas paradas, das quais a direção da PROCERGS queria compensação INTEGRAL pelos trabalhadores. Com pressão e os colegas no pátio, conseguimos abonar a metade.

Eis a importância de um sindicato forte e atuante, colegas da PROCERGS! Ajude a manter o Sindppd/RS. Sindicalize-se! (veja como neste link)

 

180924assembleia_procergs_5180924assembleia_procergs_6

 

 

 

GOVERNOS MUDAM E GESTÕES PASSAM; QUEM PERMANECE SÃO OS TRABALHADORES. TODOS PRECISAM PARTICIPAR DAS LUTAS!

Os mais interessados na PROCERGS forte, pública e prestando serviços de qualidade à população gaúcha e ao Estado são os trabalhadores. Estamos interessados na manutenção dos nossos empregos sim, mas vai além: somos nós que dedicamos quase metade de nossos dias na empresa; somos nós e nossas famílias e amigos que usufruem dos serviços de TI prestados pela PROCERGS. E sabemos que poderíamos fazer bem mais, se o governo realizasse concurso público para contratar mais profissionais e se investisse em manutenção e mais tecnologia na empresa.
O interesse dos trabalhadores do quadro é o de manter a empresa ativa por meio dos conhecimentos que temos e do nosso trabalho. Por isso que nossos interesses ultrapassam os 4 anos de gestões e de governos.

É nós por nós, colegas da PROCERGS. Quanto mais gente tivermos nas mobilizações e assembleias, mais força teremos para lutar pela manutenção dos nossos direitos, contra a terceirização, por melhores salários e condições de trabalho, seja na empresa, seja em todo o país. Só tivermos avanços porque teve gente que lutou.

Então não seja você a pessoa que irá apenas se beneficiar da luta de seus colegas; não seja você a pessoa que aparece no pátio só para aprovar a proposta da empresa e dar fim à Campanha Salarial. Uma parte das chefias e cargos de confiança já fazem isso e enfraquecem o movimento.

Venha você junto construir o movimento e luta desde o início!

 

 

Sindppd/RS   

 

sindppd

Ver todos os artigos de sindppd

Similar articles

A seção de comentários no site do Sindppd/RS quer incentivar o debate entre os trabalhadores de TI e o sindicato. Também é um canal de denúncias e informações. Portanto, NÃO SERÃO publicados comentários pornográficos, ofensivos a pessoas ou entidades e nem discriminatórios (racistas, homofóbicos, de gênero ou de classe); que contenham publicidade ou palavras de baixo calão; e nem comentários que façam afirmações caluniosas ou difamatórias, sem terem provas sobre o que está sendo dito. SOMENTE serão publicados comentários com endereços de emails válidos, os quais não serão divulgados.

Faça um comentário

Seu email não será publicado. *

Visite-nos

Rua Washington Luiz, 186 - Bairro Centro - Porto Alegre - RS - CEP 90010-460

Telefones do Sindppd/RS:
Geral - (0xx51) 3213-6100
Secretaria - (0xx51) 3213-6121/ 3213-6122
Tesouraria - (0xx51) 3213-6117

E-mail: secretariageral@sindppd-rs.org.br