Quase metade dos domicílios brasileiros tem computador

Campanha Salarial Setor Privado 2017/2019: Resistimos e avançamos!

16 3228
image_pdfimage_print

 

 

Veja como encerrou a Campanha Salarial 2017/2019 clicando neste link: Setor Privado: Fechado acordo para as campanhas 2017/2018 e 2018/2019

 

 

Após 1 ano de uma longa e dura Campanha Salarial, conseguimos fechar um acordo com condições bastante razoáveis diante da atual situação econômica e política do país. Recuperamos as perdas com a inflação nos salários e demais itens econômicos da CCT (Convenção Coletiva); conquistamos um reajuste bem acima da inflação no auxílio alimentação; e ainda mantivemos A MAIOR PARTE dos direitos em nossa convenção.

Foi uma Campanha Salarial desgastante devido à postura do SEPRORGS (sindicato patronal) de tentar impor retirada de direitos e sem garantia da reposição INTEGRAL da inflação. Os empresários da TI estavam se sentindo à vontade nesta Campanha Salarial para mexer na CCT, pois foi a 1ª negociação após a Reforma Trabalhista. Fincamos o pé e, apesar da pressão pelos prazos, pois estávamos chegando próximos à Campanha Salarial 2018/2019 e com a anterior há 1 ano em aberto, resistimos.

Com certeza, foi essa firmeza que nos ajudou a fechar este acordo com reposição e os nossos direitos. E é essa postura firme, junto com os TRABALHADORES, que nos fará reivindicar avanços em nossos direitos, como a tão almejada jornada de 40h.

 

 

DESCONTO ASSISTENCIAL: Manter o Sindppd/RS também é RESISTIR. NÃO SE OPONHA e contribua com o sindicato!

Duas campanhas salariais, 2017 e 2018, e UM SÓ DESCONTO, no valor de 1,5% do salário de Dezembro

 

Encerrada a Campanha Salarial 2017/2019 do Setor Privado, divulgaremos em breve o calendário para o recolhimento do DESCONTO ASSISTENCIAL. Conforme assembleia da categoria de TI realizada em 4 de Outubro de 2017, a contribuição é no valor de 1,5% do salário base e será descontada em UMA ÚNICA VEZ na FOLHA DE PAGAMENTO DE DEZEMBRO/2018. Optamos por não parcelar por ser um valor relativamente baixo.

Na última Convenção Coletiva assinada, de 2015/2017, NÃO TEVE desconto da Contribuição Assistencial; faz três anos que este desconto não é feito. Lembre também que a partir de 2018 não existe mais o desconto de 1 dia (3,3% de um salário) que era feito no mês de Março de cada ano, o chamado IMPOSTO SINDICAL.

O montante arrecadado com o DESCONTO ASSISTENCIAL ajudará a cobrir os custos que o sindicato teve com a campanha salarial devido à publicação de editais em jornais, à assessoria jurídica, ao deslocamento dos diretores e, também, manutenção do funcionamento do Sindppd/RS.

Mantendo a prática democrática da direção do sindicato junto aos trabalhadores, abriremos em breve o prazo para que os trabalhadores que não queiram contribuir com o sindicato possam se OPOR AO DESCONTO ASSISTENCIAL. Faremos a divulgação das datas ASSIM QUE TIVERMOS A FINALIZAÇÃO DA REDAÇÃO DA CONVENÇÃO COLETIVA. O SEPRORGS fará as alterações no texto atual e, logo a seguir, o Sindppd/RS analisará e, posteriormente, assinará a CCT (Convenção Coletiva), inserindo-a no sistema mediador do Ministério do Trabalho.

Pedimos aos colegas que NÃO SE OPONHAM ao desconto assistencial, contribuindo assim para a manutenção e a existência do Sindppd/RS. Atualmente, o sindicato conta com apenas 2 fontes de arrecadação: as MENSALIDADES dos trabalhadores associados e o valor recolhido com o DESCONTO ASSISTENCIAL, que é arrecadado uma ÚNICA VEZ AO ANO no final das campanhas salariais.

Sempre defendemos que são os TRABALHADORES que devem sustentar o seu sindicato a partir da sua CONSCIÊNCIA e da sua VONTADE, e não serem obrigados a isso. Pois chegou o momento de assumirmos financeiramente nosso sindicato, colegas. Contribuam com o Sindppd/RS!

 

 

 

A HOMOLOGAÇÃO NO SINDPPD/RS É UM DIREITO DO TRABALHADOR. Exija, depende de você!

As negociações da Campanha Salarial 2017/2019 resultaram na alteração das HOMOLOGAÇÕES das rescisões dos contratos de trabalho. A pressão do SEPRORGS para as mudanças foi por conta da Reforma Trabalhista. O sindicato fez um grande esforço, e conseguimos manter a obrigatoriedade para os trabalhadores admitidos até 11 de Novembro de 2017 com salários de até R$ 4 mil. Para os admitidos a partir desta data, HAVERÁ A CONDIÇÃO DO TRABALHADOR SOLICITAR QUE SUA HOMOLOGAÇÃO SEJA FEITA NO SINDPPD/RS.

O sindicato dá assistência nas homologações em sua sede de Porto Alegre e, também, tem plantões em Caxias do Sul.

 

A partir da assinatura da nova Convenção Coletiva, veja como ficarão as regras:

# Para os empregados admitidos até 10/11/2017 e com contrato acima de 1 ano, limitado a quem recebe até R$ 4 mil, as homologações serão realizadas no sindicato dos trabalhadores, salvo se o empregado enviar e-mail para as duas partes, que não deseja;

#  Para os empregados com contratos firmados a partir de 11/11/2017, limitado a quem recebe até R$ 4 mil, a assistência não será obrigatória, salvo para aqueles trabalhadores que fizerem requerimento, por e-mail para as duas partes, que desejam.

 

 

AVISO IMPORTANTE: As empresas que desejarem continuar a fazer as homologações no sindicato está garantido, basta usar a marcação por meio da agenda eletrônica. Muitas empresas, que preferem evitar problemas na hora da rescisão do contrato de seus funcionários, já fazem e prosseguirão procurando o sindicato, pois sabem que é a melhor solução. Mas as empresas que não respeitam os direitos dos trabalhadores farão de tudo para fugir do Sindppd/RS. O que elas tem a temer?!

As homologações são um importante serviço prestado pelo sindicato aos colegas da nossa categoria. Refazemos os cálculos do acerto para verificar se os valores estão realmente corretos; confirmamos se o pagamento foi efetuado corretamente e se o trabalhador está bem de saúde. Caso encontremos alguma irregularidade, já encaminhamos na hora junto à empresa ou é feito o registro nos termos da rescisão e o trabalhador é informado de como proceder.

Ao optar ou ceder à pressão para que a rescisão seja feita diretamente com a empresa, o trabalhador corre o risco de ser lesado. E o pior: os documentos que forem assinados naquele momento quitam qualquer dívida que a empresa tenha com ele e, dificilmente, poderão ser questionados na Justiça.

Portanto colegas, optem por fazer a homologação no Sindppd/RS. O serviço que prestamos é de qualidade e garante os direitos dos trabalhadores. Fazemos as homologações em nossa sede em Porto Alegre e em plantões em Caxias do Sul, na Serra gaúcha. Qualquer dúvida, entre em contato com a Secretaria Geral do sindicato pelo telefone (51) 3213-6100 ou pelo e-mail secretariageral@sindppd-rs.org.br

 

 

Resistir também faz parte da luta, colegas da TI! Juntos, somos mais fortes!

 

Até as próximas lutas!

 

 
Sindppd/RS

 

sindppd

Ver todos os artigos de sindppd

Similar articles

A seção de comentários no site do Sindppd/RS quer incentivar o debate entre os trabalhadores de TI e o sindicato. Também é um canal de denúncias e informações. Portanto, NÃO SERÃO publicados comentários pornográficos, ofensivos a pessoas ou entidades e nem discriminatórios (racistas, homofóbicos, de gênero ou de classe); que contenham publicidade ou palavras de baixo calão; e nem comentários que façam afirmações caluniosas ou difamatórias, sem terem provas sobre o que está sendo dito. SOMENTE serão publicados comentários com endereços de emails válidos, os quais não serão divulgados.

16 Comentários

  1. Pablo 6 novembro, 2018 - 15:23 à 15:23

    ” FOLHA DE PAGAMENTO DE DEZEMBRO/2018″

    Essa folha é a que recebemos em Janeiro/2019 ?

    • sindppd 7 novembro, 2018 - 10:43 à 10:43

      Pablo,

      depende da empresa, pois tem as que pagam no próprio mês (no caso, em Dezembro). Nas folhas de pagamento GERALMENTE vêm descrito ao mês que se referem, então reveja bem o seu contracheque.

      Att. Sindppd/RS

  2. Rhobson Vanzella 6 novembro, 2018 - 16:32 à 16:32

    Teremos aquela calculadora de dissídio no site esse ano? Em outros anos podíamos calcular e estimar quanto ia pingar na conta.

    • sindppd 7 novembro, 2018 - 10:44 à 10:44

      Pretendemos fazer, Rhobson.

      Att. Sindppd/RS

    • Marcos 7 novembro, 2018 - 12:59 à 12:59

      Rhobson, pega o seu salário bruto e multiplica por 0,0183. O resultado será o seu reajuste no salário.

      Pegue esse valor e multiplique pelo número de meses que já se passaram, contando a partir do contra-cheque de novembro de 2017 até agora. Você terá o valor total do seu dissídio.

      Claro, sobre esse valor “bruto” irão incidir os descontos, restando ao final, o dissídio líquido.

  3. Guilherme 6 novembro, 2018 - 22:10 à 22:10

    Nao gostaria de contribuir! Como faço! Voces não merecem!

    • sindppd 7 novembro, 2018 - 10:40 à 10:40

      Está explicado no texto, favor reler.

      Att. Sindppd/RS

    • Marcos 7 novembro, 2018 - 12:55 à 12:55

      Guilherme, você não merecia receber nenhum reajuste. Deveria ficar recebendo o mesmo que já recebe. Você já não contribuiu com o desconto anual (que agora é opcional), e termina sendo agraciado com um reajuste que se nega novamente a custear perante o sindicato.

      Gente como você merece se lascar infinitamente. Vai lá pedir para o teu chefinho aumento no salário e VR pela livre e espontânea vontade dele… Alguns dão (não é toda empresa que é vilã), mas a maioria vai rir da tua cara.

      O SindPPD não é o melhor sindicato do mundo. Eu mesmo já fiquei puto com eles com campanhas anteriores, mas esse ano eu acho que os caras fizeram um bom trabalho (dentro do atual cenário do país).

      Deixa de ser pão duro e contribua pelo reajuste que vai receber no seu salário e vale refeição/alimentação.

  4. Paulo Cesar 7 novembro, 2018 - 8:28 à 8:28

    Foi aprovado o dissidio, retroativo a Novembro/2017? Aumento Real?
    Vale Alimentação será reajustado?

  5. Marco 7 novembro, 2018 - 10:00 à 10:00

    Saiu hoje o índice do INPC de Outubro.
    O índice de reajuste ficou em 4% para a próxima folha de pagamento,

  6. DESENVOLVEDOR TI 7 novembro, 2018 - 11:25 à 11:25

    Sindppd,

    O valor de r$ 22,00 do VR é para quem trabalha 06h?

    • sindppd 7 novembro, 2018 - 13:40 à 13:40

      Desenvolvedor,

      fizestes esta mesma pergunta na matéria anterior. E respondemos lá, dá uma olhadinha.

      Att. Sindppd/RS

  7. Pi 7 novembro, 2018 - 12:45 à 12:45

    Já saiu o INPC de Outubro.

    • sindppd 7 novembro, 2018 - 13:39 à 13:39

      Sim, e atualizamos a matéria. Ficou em 4% mesmo.

      Att. Sindppd/RS

  8. Marcos 7 novembro, 2018 - 13:03 à 13:03

    SindPPD, agradeço o trabalho feito por vocês, mas irei contestar o desconto de 1,5% referente ao dissídio.

    Mas, não sou um “pão duro” como outros que vimos aí nos comentários. Eu paguei de livre e espontânea vontade o desconto anual (referente a 1 dia de trabalho) desse ano (2018), e também pagarei o de 2019.

    Logo, acho que, pelo menos para mim, o desconto referente ao dissídio não se aplicará.

    Obrigado pela campanha deste ano. Confiei em vocês esse ano (desconto anual de março), e ano que vem confiarei novamente.

Faça um comentário

Seu email não será publicado. *

Visite-nos

Rua Washington Luiz, 186 - Bairro Centro - Porto Alegre - RS - CEP 90010-460

Telefones do Sindppd/RS:
Geral - (0xx51) 3213-6100
Secretaria - (0xx51) 3213-6121/ 3213-6122
Tesouraria - (0xx51) 3213-6117

E-mail: secretariageral@sindppd-rs.org.br