Quase metade dos domicílios brasileiros tem computador

Setor Privado 2017/2019: Reajuste e homologações na nova Convenção Coletiva

4 6620
image_pdfimage_print

 

Colegas do Setor Privado,

muitas dúvidas vêm chegando ao sindicato em relação ao fechamento da CCT 2017/2019 (Convenção Coletiva de Trabalho). Neste momento, estaremos tratando da reposição nos salários e benefícios e do tema das homologações.

 

 

# Assinatura da CCT e Homologação junto ao MTE: atualmente, a CCT 2017/2019 (Convenção Coletiva) está sendo ajustada pela assessoria jurídica do SEPRORGS (sindicato patronal) e, logo a seguir, passará pela avaliação do jurídico do Sindppd/RS. Assim que possível, até o final de Novembro deveremos assinar documento, que será depositado no Sistema Mediador do MTE (Ministério do Trabalho) para ser homologado.

Salários e benefícios já podem ser reajustados na FOLHA DE PAGAMENTO DE NOVEMBRO/2018, pois houve acordo entre as partes, Sindppd/RS e SEPRORGS. O pagamento dos retroativos dos salários e benefícios referentes à data-base 1º/11/2017 será na FOLHA DE PAGAMENTO DE DEZEMBRO/2018. Acesse a ata da mediação clicando AQUI. Não haverá parcelamento na correção salarial.

 

 

# Reajustes da CCT 2017/2019: a Convenção Coletiva CCT 2017/2019 é resultado do fechamento de DUAS campanhas salariais: a de 2017/2018 (data-base 1º de Novembro de 2017, reajuste de 1,83%) e a de 2018/2019 (data-base 1º de Novembro de 2018, reajuste de 4%).

>> Os reajustes descritos acima valem para os SALÁRIOS e demais itens econômicos da CCT (auxílio-creche e auxílio-creche filhos excepcionais, horas extras, 13º salário, ajuda transporte noturno, auxílio funeral, seguro de vida em grupo), COM EXCEÇÃO do vale alimentação

>> Vale alimentação (cláusula da ajuda alimentação) terá o valor fixo de R$ 22,00 a partir de 1º de Novembro de 2018

 

 

# Novas regras para as HOMOLOGAÇÕES valerão APÓS a assinatura da CCT 2017/2019.
A partir da assinatura da nova Convenção Coletiva, veja como ficarão as regras:

>> Para os empregados admitidos até 10/11/2017 e com contrato acima de 1 ano, limitado a quem recebe até R$ 4 mil, as homologações serão realizadas no sindicato dos trabalhadores, salvo se o empregado enviar e-mail para as duas partes, que não deseja;


>>
Para os empregados com contratos firmados a partir de 11/11/2017, limitado a quem recebe até R$ 4 mil,
a assistência não será obrigatória, salvo para aqueles trabalhadores que fizerem requerimento, por e-mail para as duas partes, que desejam.


NO ENTANTO
, o trabalhador pode optar por efetuar a rescisão no Sindppd/RS, mas para isso é fundamental insistir para que à empresa, no momento da demissão, marque a homologação no sindicato. É a ÚNICA GARANTIA que o trabalhador tem de que irá receber todos os valores corretamente.
Portanto, faça sua homologação no Sindppd/RS!

 

 

 
Colegas da TI: essas são dúvidas gerais, que se aplicam a grande parte dos trabalhadores da TI gaúcha. Qualquer outra dúvida envolvendo aumentos espontâneos concedidos pela empresa, se outros benefícios (como vale rancho) também deveriam ser reajustados, auxílio creche etc. acabam tendo que ser avaliados individualmente (a cada caso). Para tirar essas dúvidas, a ASSESSORIA JURÍDICA do Sindppd/RS está à disposição de todos os colegas da categoria de forma gratuita: http://www.sindppd-rs.org.br/juridico/

 

Em relação à CONTRIBUIÇÃO ASSISTENCIAL para cobrir os custos do Sindppd/RS daremos mais informes nos próximos dias. É importante que você saiba que as empresas também fazem contribuição assistencial para o SEPRORGS, pois sabem que é importante ter recursos para se organizar e tentar diminuir nossos direitos. Fique alerta e fortaleça o sindicato, que representa os trabalhadores!

 

NÃO RESPONDEREMOS A DÚVIDAS QUE TRATEM DE SITUAÇÕES INDIVIDUAIS NOS COMENTÁRIOS DO SITE. Colabore!

 

 

Sindppd/RS

 

sindppd

Ver todos os artigos de sindppd

Similar articles

A seção de comentários no site do Sindppd/RS quer incentivar o debate entre os trabalhadores de TI e o sindicato. Também é um canal de denúncias e informações. Portanto, NÃO SERÃO publicados comentários pornográficos, ofensivos a pessoas ou entidades e nem discriminatórios (racistas, homofóbicos, de gênero ou de classe); que contenham publicidade ou palavras de baixo calão; e nem comentários que façam afirmações caluniosas ou difamatórias, sem terem provas sobre o que está sendo dito. SOMENTE serão publicados comentários com endereços de emails válidos, os quais não serão divulgados.

4 Comentários

  1. Deise 29 novembro, 2018 - 10:01 à 10:01

    Quando será o pagamento retroativo de 2017 para os trabalhadores desligados/inativos?

    • sindppd 30 novembro, 2018 - 15:30 à 15:30

      Conforme acordo, os retroativos devem ser pagos na folha de DEZEMBRO/2018 para todos os trabalhadores.

      Att. Sindppd/RS

  2. Ailton 3 dezembro, 2018 - 10:10 à 10:10

    Bom dia, o pagamento retroativo será de 12 meses? de 11/2017 a 10/2018.

    • sindppd 3 dezembro, 2018 - 10:59 à 10:59

      Ailton,

      sim, em relação ao da Campanha Salarial 2017/2018 (INPC de 1,83%). Mas tem proporcionalidade, que varia conforme a data da contratação do trabalhador. Em breve publicaremos a CCT 2017/2019 assinada, aí poderás tirar as dúvidas.

      Att. Sindppd/RS

Faça um comentário

Seu email não será publicado. *

Visite-nos

Rua Washington Luiz, 186 - Bairro Centro - Porto Alegre - RS - CEP 90010-460

Telefones do Sindppd/RS:
Geral - (0xx51) 3213-6100
Secretaria - (0xx51) 3213-6121/ 3213-6122
Tesouraria - (0xx51) 3213-6117

E-mail: secretariageral@sindppd-rs.org.br