CAMPANHA SALARIAL 2011 – Escândalo: Dataprev pede Bis para ACT de dois anos e quer desmontar OLTs

0 49
image_pdfimage_print

Após festejar o acordo por dois anos em 2009 em parceria com a Fenadados, direção da empresa resolveu aplicar agora um golpe mais forte e quer além de mais um acordo por dois anos, desmontar as OLTs em quase todos os estados, pois pretende diminuir o número de integrantes, na maioria dos estados. Coube a uma direção do PT, partido do Lula, acenar com tão trágica proposta.

Em 2009, a grande maioria dos trabalhadores da Dataprev rejeitou o acordo de dois anos, pois sabia que isso era só o começo dos ataques da direção da empresa. Desde 2009 aconteceram demissões sem sequer respeitar o direito de defesa garantido aos trabalhadores, punições a funcionários que denunciaram fatos graves na empresa, redução de direitos e um clima ditatorial dentro da empresa.

Federação se cala frente às posições da Dataprev
Na reunião de negociação com a Fenadados, a direção da Dataprev resolveu novamente voltar a carga e, até esse momento, nenhuma denúncia da federação frente a esses ataques, que pretendem de forma paulatina acabar com as OLTs, as quais são uma conquista histórica da organização da categoria.

Começa a aparecer porque a empresa tem preferência por negociar com a Fenadados e estavam tão articuladas na reunião do MPT em 19/04 para enfrentar os sindicatos do RS, SC, SE e as bases que constroem a campanha alternativa e reivindicam a FNI (Frente Nacional dos Trabalhadores em Informática).

Dataprev quer desmontar as OLTs, para reforçar os sindicalistas chapa branca!
As OLTs são a base da organização, pois estão nos locais de trabalho, encaminhando as preocupações dos trabalhadores.

A Dataprev sabe que boa parte dos dirigentes dos sindicatos, ao invés de defender os trabalhadores, vem servindo como base de apoio das decisões do governo e das direções das empresas: é o chamado sindicalismo chapa branca. Por tudo isso é que o desmonte das OLTs se tornou uma forma de controlar a luta pela base contra as medidas da empresa. Os trabalhadores não podem aceitar o desmonte das OLTs.

Trabalhadores não podem aceitar acordo por dois anos e devem reagir
Precisamos organizar reuniões, assembleias e ações para não permitir que a empresa, com a conivência de alguns sindicalistas, imponha esses retrocessos para os trabalhadores da Dataprev

Sindpd/RJ passa por cima da vontade dos trabalhadores e coordena mesa de negociação junto com a Fenadados
Direção subjudice do Sindpd/RJ, a mesma que passou a defender o pacto federativo contra os trabalhadores, está na coordenação da negociação da Fenadados sem ter votado procuração em assembleia dos trabalhadores.

Pacto Federativo continua para massacrar vontade dos trabalhadores
A Fenadados e seus sindicatos parceiros mantêm o pacto federativo, para logo logo forçar os trabalhadores a aceitar os ditames da direção da federação.

Sindicatos, OLTs e FNI

* Texto retirado do BLOG da FNI

sindppd

Ver todos os artigos de sindppd

A seção de comentários no site do Sindppd/RS quer incentivar o debate entre os trabalhadores de TI e o sindicato. Também é um canal de denúncias e informações. Portanto, NÃO SERÃO publicados comentários pornográficos, ofensivos a pessoas ou entidades e nem discriminatórios (racistas, homofóbicos, de gênero ou de classe); que contenham publicidade ou palavras de baixo calão; e nem comentários que façam afirmações caluniosas ou difamatórias, sem terem provas sobre o que está sendo dito. SOMENTE serão publicados comentários com endereços de emails válidos, os quais não serão divulgados.

Faça um comentário

Seu email não será publicado. *

Visite-nos

Rua Washington Luiz, 186 - Bairro Centro - Porto Alegre - RS - CEP 90010-460

Telefones do Sindppd/RS:
Geral - (0xx51) 3213-6100
Secretaria - (0xx51) 3213-6121/ 3213-6122
Tesouraria - (0xx51) 3213-6117

E-mail: secretariageral@sindppd-rs.org.br