BB TECNOLOGIA – GREVE dos trabalhadores fecha campanha salarial com avanços. A luta vale a pena!

0 190
image_pdfimage_print

180626assembleia_BBTS_DESTAQUE

Fotos da assembleia em Porto Alegre (RS)

 

Representantes do sindicatos da FNI do RS e de SC, FENADADOS e a direção da BB TECNOLOGIA assinaram o Acordo Coletivo (ACT) em 29 de Junho no TST (Tribunal Superior do Trabalho), encerrando a campanha salarial da categoria. CLIQUE AQUI para acessar a ata

Este foi o último passo de uma luta árdua e longa traçada pelos trabalhadores da empresa. Graças à organização da categoria, que entrou em GREVE para pressionar a direção da BB TECNOLOGIA e do governo federal a negociarem as reivindicações, o Tribunal mediou um acordo para os 2 anos (campanhas salariais 2017 e 2018) que resultou em avanços.

 

Veja abaixo os principais itens conquistados:

REAJUSTE SALARIAL E DOS BENEFÍCIOS em 100% do INPC para 2017;
REAJUSTE SALARIAL E DOS BENEFÍCIOS em 80% do INPC para 2018;
– Abono de R$ 736,00 para compensar os retroativos à data-base. O valor é maior do que o retroativo para a grande maioria dos trabalhadores;
– Dias parados da GREVE NÃO serão descontados, podendo ser compensados INTEGRALMENTE pelos trabalhadores

 

 

Em relação ao PLR, que a empresa queria acabar com a cláusula no ACT (Acordo Coletivo de Trabalho), mas com a força da luta a mesma será mantida.

 

 

180626assembleia_BBTS_1180626assembleia_BBTS_2

 

 

 

MAIS DO QUE UMA CAMPANHA SALARIAL DE RESISTÊNCIA

Os trabalhadores da BB TECNOLOGIA tiveram a coragem de ir à luta, mesmo com os duros ataques de retirada de direitos pela direção da empresa. Após diversas negociações sem avanços e que chegaram a um impasse, os colegas  de SP, PR,  MT, BA foram os primeiros a decretar GREVE, que depois se espalhou para SC, RS e PE. Mais tarde, aderiram CE, Distrito Federal (Brasília) e outros.

A paralisação fez as negociações andarem em relação à proposta feita pela direção da empresa, que iniciou em ZERO e, depois, chegou à mesma proposta feita pelas direções do SERPRO e da DATAPREV. A ampla rejeição dos trabalhadores nas assembleias e a própria  greve forçaram ainda mais a direção da BB TECNOLOGIA, que em mediação no TST, com o apoio da vice-presidência do Tribunal, ofereceu então a proposta final aceita pelos trabalhadores: 100% do INPC para 2017, 80% para 2018 e um abono de R$ 736,00 para compensar o retroativo.

Quando as tratativas estavam sendo finalizadas, a assembleia em Porto Alegre, junto com outros estados, não aceitou que o PLR ficasse de fora do Acordo Coletivo, e constatou que havia um erro na ata do TST, a qual excluía o direito de os trabalhadores decidirem se queriam compensar ou descontar os dias parados. Após a solução destes dois problemas resolvidos com a mediação na última sexta-feira no TST, o Acordo foi fechado.

A GREVE dos trabalhadores da BB TECNOLOGIA é uma vitória da categoria e dos trabalhadores em geral, na manutenção de seus direitos e por melhores salários e condições de trabalho.

À luta, colegas da TI!

 

 

OLTs e sindicatos da FNI e entidades parceiras

 

sindppd

Ver todos os artigos de sindppd

Similar articles

A seção de comentários no site do Sindppd/RS quer incentivar o debate entre os trabalhadores de TI e o sindicato. Também é um canal de denúncias e informações. Portanto, NÃO SERÃO publicados comentários pornográficos, ofensivos a pessoas ou entidades e nem discriminatórios (racistas, homofóbicos, de gênero ou de classe); que contenham publicidade ou palavras de baixo calão; e nem comentários que façam afirmações caluniosas ou difamatórias, sem terem provas sobre o que está sendo dito. SOMENTE serão publicados comentários com endereços de emails válidos, os quais não serão divulgados.

Faça um comentário

Seu email não será publicado. *

Visite-nos

Rua Washington Luiz, 186 - Bairro Centro - Porto Alegre - RS - CEP 90010-460

Telefones do Sindppd/RS:
Geral - (0xx51) 3213-6100
Secretaria - (0xx51) 3213-6121/ 3213-6122
Tesouraria - (0xx51) 3213-6117

E-mail: secretariageral@sindppd-rs.org.br