Quase metade dos domicílios brasileiros tem computador

​Setor privado – Sobre a tentativa de desmonte da Convenção Coletiva e a necessidade da organização dos trabalhadores​

3 1184
image_pdfimage_print
 
 
É de conhecimento da categoria a forma como tem se comportado o SEPRORGS nesta Campanha Salarial, e neste ano além da intransigência habitual os empresários passaram a se utilizar da Reforma Trabalhista para tentar retirar mais direitos dos trabalhadores. 
 
Não basta ser um dos estados em que os empresários se negam a garantir a jornada de 40h, o uso das modernas tecnologias aqui no RS é só para hardware e software, já para os trabalhadores é a velha política da exploração com 44h semanais, uma jornada reconhecidamente extenuante. 
 
A tentativa descarada de tentar destruir direitos garantidos em mais de 30 anos de esforço e luta da categoria já não precisa de véu. Mas não podemos nos enganar, estas atitudes estão espalhadas por todas as empresas de TI, públicas e privadas, mas também em outras categorias. O empresariado está aproveitando o batido argumento da crise para fazer a farra em cima do direito dos trabalhadores.
 
O que devemos fazer, é a grande interrogação. O Sindppd/RS assim como defendeu na Procergs e Procempa, acredita que só com resistência e MOBILIZAÇÃO É POSSÍVEL BARRAR este ataque aberto aos nossos direitos. A categoria não pode se iludir que indo para a justiça iremos resolver todos os nossos problemas. A justiça do trabalho, TRT, é uma ferramenta, mas não é a solução neste momento para enfrentar as posturas do SEPRORGS. Precisaremos dar um passo a frente, e desde já ir conversando com nossos colegas em cada empresa, pois logo logo seremos chamados para uma grande assembleia para organizar a resistência.
 
Ainda não temos nova mesa marcada, mas assim que tivermos nova negociação chamaremos assembleia para realizar avaliação e deliberar sobre os novos encaminhamentos.
 
 
 
 
Sindppd/RS
sindppd

Ver todos os artigos de sindppd

A seção de comentários no site do Sindppd/RS quer incentivar o debate entre os trabalhadores de TI e o sindicato. Também é um canal de denúncias e informações. Portanto, NÃO SERÃO publicados comentários pornográficos, ofensivos a pessoas ou entidades e nem discriminatórios (racistas, homofóbicos, de gênero ou de classe); que contenham publicidade ou palavras de baixo calão; e nem comentários que façam afirmações caluniosas ou difamatórias, sem terem provas sobre o que está sendo dito. SOMENTE serão publicados comentários com endereços de emails válidos, os quais não serão divulgados.

3 Comentários

  1. Luis 19 janeiro, 2018 - 22:00 à 22:00

    Parem de dar desculpas, se não conseguem negociar em nome dos trabalhadores das empresas particulares, larguem o osso e oriente-os a firmarem seu próprio sindicato!!!

    Um sindicato em que a diretoria é composta por funcionários públicos e que não sabem a realidade ou como funciona uma negociação em uma empresa particular de nada serve para nossos interesses ou sequer ajuda.

    Eu não vou fazer greve. Minha empresa já paga o reajuste sempre adiantado e eu sou premiado com aumento de acordo com o que eu produzo, e ela também já está em regime de 40 horas.

    Certamente estarei na próxima assembleia e vou levantar esse ponto. Vocês não sabe, negociar em nome de nós, trabalhadores do setor privado!

  2. Max 23 janeiro, 2018 - 15:31 à 15:31

    Há alguma negociação em andamento para a diminuição do intervalo intrajornada para o novo tempo mínimo previsto (30 min) ?

  3. Jeison 25 janeiro, 2018 - 12:12 à 12:12

    SindPPD-RS sigam registrando a resistência do sindicato patronal em realizar a reposição salarial devida conforme manda a lei.

    E assim o façam até que situação seja oportuna para ingressar com ação judicial.

    Não negociem com o Seprorgs. Eles nos tirarão tudo e nos darão nada! Como a categoria de particulares não é adepta as greves, ganhem do Seprorgs pelo puro cansaço. Chegará a hora que a situação se tornará insustentável para eles pelo tempo decorrido.

Faça um comentário

Seu email não será publicado. *

Visite-nos

Rua Washington Luiz, 186 - Bairro Centro - Porto Alegre - RS - CEP 90010-460

Telefones do Sindppd/RS:
Geral - (0xx51) 3213-6100
Secretaria - (0xx51) 3213-6121/ 3213-6122
Tesouraria - (0xx51) 3213-6117
Guias de Contribuição - (0xx51) 3213-6105

E-mail: secretariageral@sindppd-rs.org.br